Este é um espaço para celebrar a vida e as pessoas. Viaje comigo nesta aventura!

Recém-inaugurada, clínica Sauvi oferece assistência integrada a pacientes

Situado na 502 Norte, o centro clínico engloba 21 especialidades médicas e não médicas, como cardiologia, pediatria, psiquiatria e nutrição

atualizado 03/12/2020 12:18

Equipe da Clínica SauviMaterial cedido ao Metrópoles

Imagine as seguintes cenas: ficar horas sentado em um hospital à espera de atendimento quando, finalmente, chega a hora da sua consulta. O profissional recomenda procurar também outro especialista, além de receitar alguns medicamentos. Ao dar sequência e procurar outra pessoa capacitada, você descobre que não deveria tomar determinada substância prescrita. Para o paciente, a confusão está instalada: afinal, em quem confiar? É com a premissa de prestar uma assistência integrada e humanizada, evitando esse tipo de caso, que o Centro Clínico Sauvi foi inaugurado na capital do país no início de novembro.

Fixado na 502 Norte, o centro clínico engloba 21 especialidades médicas e não médicas. A última área a entrar na lista foi a acupuntura. Seguindo a máxima de “saúde sempre em primeiro lugar”, a coluna Claudia Meireles aceitou o convite para conhecer o espaço do Sauvi. Fizeram as honras da clínica o diretor-executivo, Alfredo Dias Guimarães, e Maria Luísa Pestana, assessora jurídica e responsável pela parte de compliance. Marido e mulher, eles são pais de uma das experts do corpo de profissionais, Rafaella Pestana.

Especializada em cardiologia, Rafaella chamou duas amigas para participarem do projeto do Sauvi. Ao conhecerem o planejamento do centro e o conceito de “atenção à saúde a preço justo”, as duas médicas ficaram interessadas em fazer parte da empreitada até então familiar. São elas: a pediatra Mikaela Zanetti e a psiquiatra Natália Goulart. As três tornaram-se amigas no primeiro ano do curso de medicina da Universidade Católica de Brasília (UCB), atuaram em diversas instituições e, agora, uniram seus conhecimentos na nova empreitada.

Centro Clínico Sauvi
Recepção da clínica

O primeiro insight do que viria a se tornar a clínica surgiu há dois anos. À época, a filha de Alfredo e Maria Luísa estava prestes a finalizar duas residências. “Comecei a desenvolver um planejamento, pois era um sonho antigo. No início, seria uma clínica de cardiologia. Nossa filha cursava e nós pensamos especificamente nessa área. Quando ela trouxe as duas amigas, ficou o questionamento: por que só cardiologia? O DF tem uma deficiência enorme de atendimentos. Há áreas que o SUS não engloba. Vamos aumentar”, conta o diretor-executivo.

Somado ao propósito de colaborar com a carreira de Rafaella, Maria Luísa e Alfredo, embora já aposentados, não queriam parar de trabalhar. “Nós também queríamos fazer algo e achamos interessante desenvolver um projeto único, sem nada similar. Vimos que seria uma bela iniciativa tanto social quanto profissionalmente. Uma série de acontecimentos nos motivou”, frisa Alfredo.

Tirando do papel

De acordo com Maria Luísa, os envolvidos na idealização do centro clínico pensaram desde o princípio a oferecer uma assistência integrada e humanizada ao paciente. “Ele vem para uma consulta com o geriatra e, se precisar, o ortopedista já está aqui. Um lugar onde os próprios médicos, caso haja necessidade, conversam entre si em relação ao paciente. É algo mais completo”, define.

Centro Clínico Sauvi
O Sauvi inaugurou no início de novembro

Também médica, a assessora jurídica sabe que determinados profissionais pedem uma série de exames e indicam medicamentos, porém, acontece de outros especialistas contestarem o tratamento prescrito. Para Maria Luísa, a confusão só tende a atrapalhar o paciente, a parte mais prejudicada e que fica sem saber qual orientação seguir. Por isso, o Sauvi traz como diferencial a integração especializada. “Os psiquiatras conversam com psicólogos e fonoaudiólogos”, exemplifica Alfredo.

Dentre as 21 especialidades médicas e não médicas, estão neurologia, gastroenterologia, endocrinologia, psicologia e nutrição. Ao todo, são 10 consultórios, sem contar as salas de exames, como ultrassom. Os profissionais podem atender no período matutino ou vespertino, a depender da agenda de cada um. “Os médicos fazem a própria agenda. Eles falam: ‘eu só posso atender com vocês três vezes na semana de manhã’. Marcamos os pacientes de olho na agenda deles”, explica Maria Luísa.

Preço justo é mais um pilar da atuação do Sauvi, asseguram os gestores. Ao prestarem o serviço com um “valor em conta”, os diretores enfatizam outro princípio do centro clínico: o lado social. Cada consulta tem o custo médio de R$ 180. Eles chegaram nessa quantia após cálculos que levaram em consideração a participação dos médicos por um número de consultas diárias.

“Nós tentamos introduzir, desde o planejamento inicial, o conceito de não ser uma clínica popular nem uma clínica convencional. É uma ideia nova, intermediária e que cabe no bolso do paciente, com direito à assistência integrada e humanizada, em um ambiente confortável”, reforça Alfredo.

Centro Clínico Sauvi
Ao todo, o centro clínico integra 10 consultórios

O acolhimento aparece antes mesmo de os pacientes cruzarem a entrada do Centro Clínico Sauvi. Os gestores escolheram como logomarca um abraço, com intuito de traduzir o sentimento de recepção e hospitalidade. “É um movimento para um abraço de um acolher o outro, justamente mostrando atenção, delicadeza, bom atendimento”, define o diretor-executivo.

Critérios

A escolha dos especialistas do corpo clínico ficou a cargo da cardiologista Rafaella Pestana, também no papel de diretora técnica. Além dela, Natália Goulart e Mikaela Zanetti elegem os profissionais que se enquadram no perfil do centro de saúde. Fora o interesse em colaborar com o projeto, um critério primordial é que o médico tenha residência em sua especialidade. Algumas áreas ainda precisam ser preenchidas por experts capacitados, por isso, o trio de médicas conversa com colegas de profissão em busca de nomes qualificados.

Centro Clínico Sauvi
Dependências do centro clínico

Médicos interessados em compor o corpo de profissionais do Sauvi podem entrar em contato. Segundo os gestores, o objetivo é oferecer o maior número de especialidades aos pacientes. Para coordenar todos os pontos do centro clínico com qualidade, Maria Luísa Pestana desenvolveu um código de conduta que inclui desde os médicos até os fornecedores e clientes. O documento engloba as políticas de trabalho. “Todo cuidado é necessário quando se lida com pessoas. O paciente fica grato pela preocupação”, defende a assessora jurídica.

“O nosso cenário ideal pode ser definido como manter a qualidade e atender da forma que imaginamos: integrada, humanizada e sem esperar até 1h para ser atendido, se confirmou 24h antes”, finaliza Alfredo Dias Guimarães.

Especialidades

Áreas: cardiologia, clínica geral, dermatologia, endocrinologia, fonoaudiologia, gastroenterologia, geriatria, ginecologia e mastologia, homeopatia, medicina do trabalho, medicina da família, neurologia, neuropedagogia infantil, neuropsicologia, nutrição, ortopedia, otorrinolaringologia, pediatria e subespecialidades, psiquiatria, psicologia, psicopedagogia e urologia.

Exames: laboratoriais, eletrocardiograma, mapa e holter, teste ergométrico e ultrassonografia.

Centro Clínico Sauvi
Fachada Centro Clínico Sauvi

 

Serviço
Endereço: 502 Norte, Bloco B, nº 30 – Asa Norte, Brasília – DF
Contatos: (61) 3771-7620 e (61) 99862-8000 (via WhatsApp)
E-mail: [email protected]
Instagram: @sauvi.centroclinico
Site: sauvi.com.br

 

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

Últimas notícias