Este é um espaço para celebrar a vida e as pessoas. Viaje comigo nesta aventura!

Meghan Markle e Harry processam fotógrafos por imagens ilegais do filho

Nos documentos, os duques de Sussex acusam a mídia de tirar as fotos de Archie, de 1 ano, com o uso de drones e helicópteros

atualizado 24/07/2020 13:56

Meghan Markle e príncipe HarryChris Jackson/Getty Images

Depois de movimentar a justiça britânica contra a empresa que edita os tabloides Daily Mail e The Mail on Sunday, Meghan Markle e o príncipe Harry cravaram uma batalha judicial nos Estados Unidos. No processo aberto em Los Angeles, o duque e a duquesa de Sussex acusam a mídia de vazar fotos do primogênito, Archie, de 1 ano. Os pais da criança alegam que as imagens foram clicadas de forma ilegal, com uso de drones e helicópteros.

As primeiras informações da briga foram divulgadas pelo The Hollywood Reporter. Segundo o site, os duques de Sussex afirmam que o portal britânico Daily Mail noticiou o atual endereço de onde vivem algumas vezes. Na avaliação de Meghan e Harry, a publicação do local prejudicou a segurança da família. Eles chegaram a acordar com o barulho dos helicópteros, conforme explicaram nos documentos.

“Alguns paparazzi e veículos de mídia colocaram drones voando a seis metros acima da casa, chegando a fazer isso três vezes por dia para conseguir fotos do casal e de seu próprio filho em sua residência privada. Outros enviaram helicópteros para sobrevoar o jardim da casa às 5h30 ou 19h, acordando vizinhos e seu filho dia após dia”, revelaram em parte do processo.

Príncipe Harry, Meghan Markle e Archie
Príncipe Harry, Meghan Markle e o filho, Archie, moram em Los Angeles, Estados Unidos

De acordo com o The Hollywood Reporter, o casal não se importava com a situação da busca incessante pelos flashes. Mas a gota d’água foi quando descobriram que fotos do herdeiro estavam sendo comercializadas pela internet. No ponto de vista dos duques de Sussex, os registros ilegais de Archie deram a entender que a família não estava em sua própria casa.

Desde que renunciaram oficialmente os títulos reais, em março, o neto da rainha Elizabeth e a ex-atriz moram em uma luxuosa propriedade emprestada pelo magnata Tyler Perry, fixada no complexo de Beverly Ridge Estates, em Los Angeles. Receosos quanto à proteção do novo lar, o casal chegou a contratar Gavin de Becker, o segurança das estrelas, como Jeff Bezos e Madonna. Por dia, os duques desembolsam mais de R$ 46 mil, na cotação atual.

“Desprotegida”

Não é a primeira vez que Meghan Markle sente-se desprotegida. Durante a gravidez do filho, época em que ainda pertencia à realeza britânica, a ex-atriz de Hollywood considera ter ficado “indefesa” pela família real, que a “proibiu de se defender” dos ataques dos tabloides britânicos.

Meghan Markle e príncipe Harry
Meghan Markle sentiu-se “indefesa” durante a gravidez

A fase indelicada passada pela duquesa de Sussex aparece nos documentos anexados no processo registrado no Supremo Tribunal de Londres contra a Associated Newspapers, empresa responsável por editar o Daily Mail e o The Mail on Sunday. Meghan acusa o segundo tabloide de publicar partes de uma carta privada enviada ao seu pai, Thomas Markle, em agosto de 2018.

Segundo jornais britânicos, pai e filha protagonizaram embates e não se falam desde o casamento dela com o príncipe Harry, em maio de 2018.

 

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

Últimas notícias