Este é um espaço para celebrar a vida e as pessoas. Viaje comigo nesta aventura!

Harry deu sinal de voltar ao Reino Unido com Meghan, Archie e Lilibet

Meghan Markle está prestes a retornar ao Reino Unido pela primeira vez após renunciar ao posto na realeza britânica

atualizado 20/01/2022 10:12

Fotografia colorido do príncipe Harry, Meghan Markle, Archie e Lilibet DianaInstagram/Reprodução

Em 2021, o príncipe Harry visitou duas vezes o Reino. Na primeira, ele compareceu ao funeral do avô paterno, o príncipe Philip, em abril. Já em julho, o duque de Sussex participou da inauguração da estátua da mãe, a falecida princesa Diana. Nas ocasiões, a imprensa fez várias especulações se Meghan Markle acompanharia o marido. Ao que tudo indica, a duquesa de Sussex está prestes a retornar para a terra da rainha.

Meghan não pisa no Reino Unido desde a abdicação dos duques de Sussex aos cargos seniores na Coroa britânica, em março de 2020. Na avaliação do especialista real Duncan Larcombe, o pedido de proteção policial por parte de Harry é um sinal de que, em breve, ele pretende viajar com a mulher e os filhos, Archie e Lilibet, de 2 anos e sete meses.

0

Em entrevista à Ok! Magazine, Larcombe analisou a situação: “É o maior sinal de que ele planeja trazer toda a família para visitar o Reino Unido. Se isso não fosse um problema urgente, ele não estaria tentando resolvê-lo com efeito imediato”. Segundo o especialista, os duques de Sussex não ficarão na terra da rainha de modo permanente, mas passarão um tempo considerável.

“Isso não é Harry pressionando por proteção policial na chance de que todos eles venham para o Reino Unido, isso é claramente parte de um plano que eles têm agora para retornar, não necessariamente de forma permanente, mas pela primeira vez desde que partiram como uma família”, destacou o expert em questões da dinastia Windsor.

Príncipe Harry e Meghan Markle
Último compromisso de Harry e Meghan na realeza, em março de 2020

Relembrando

No sábado (15/1), um representante legal dos duques de Sussex revelou que Harry entrou com um pedido de revisão judicial contra uma decisão do Ministério do Interior de não autorizar o pagamento por segurança privada enquanto estiver no Reino Unido. No comunicado, o porta-voz afirmou que o príncipe considera o país europeu como “sua casa” e almeja que os filhos, Archie e Lilibet, conheçam o local onde o pai nasceu.

Príncipe Harry, Meghan Markle e rainha Elizabeth
Os duques de Sussex com a rainha Elizabeth II. O casal não integra mais o núcleo da realeza

A nota traz a explicação sobre o duque de Sussex acreditar ser vital ter proteção particular para ele, mulher e filhos no Reino Unido: “O príncipe Harry herdou um risco de segurança no nascimento, para toda a vida. Ele continua em sexto na linha de sucessão ao trono, cumpriu duas missões de combate no Afeganistão e, nos últimos anos, sua família foi submetida a ameaças neonazistas e extremistas bem documentadas”.

O duque de Sussex se ofereceu, sem sucesso, para cobrir os custos com seguranças particulares enquanto estiver no Reino Unido a fim de não sobrecarregar os contribuintes britânicos. Entretanto, o Ministério do Interior não aprovou a atitude. “Na ausência de tal proteção, o príncipe Harry e sua família não podem voltar para sua casa”, confirmou o representante do neto da rainha Elizabeth.

Príncipe Harry e Meghan Markle
Os duques de Sussex abdicaram dos cargos reais, em março de 2020

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

Mais lidas
Últimas notícias