Este é um espaço para celebrar a vida e as pessoas. Viaje comigo nesta aventura!

Conflito: William e Harry não estarão lado a lado no enterro de Philip

No enterro da mãe, a princesa Diana, William e Harry apareceram lado a lado na cerimônia. Eles também surgiram juntos no cortejo da bisavó

atualizado 16/04/2021 13:04

Príncipes Harry e WilliamKarwai Tang/WireImage/Getty Images

Quando a mídia noticiou que o príncipe Harry retornaria para o Reino Unido a fim de presenciar o funeral do avô paterno, Philip, neste sábado (17/4), começaram a imaginar que o neto da rainha estaria ao lado do irmão, William. Entretanto, quem imaginou vê-los como parceiros, semelhante ao que ocorreu no enterro da mãe, a princesa Diana, terá de esperar outro momento. Durante o cortejo fúnebre, a dupla não ficará próxima e o motivo gerou polêmica na web. Um integrante da família real foi colocado entre os dois.

Dois dias antes do enterro, o Palácio de Buckingham anunciou a ordem de quem comparecerá à cerimônia, realizada na Capela São Jorge, no Castelo de Windsor. De acordo com a revista People, o funeral está previsto para começar às 15h (fuso local) – ou às 11h, no horário de Brasília. Especulava-se que William e Harry apareceriam juntos atrás do caixão do avô Philip, mas quem estará entre os irmãos é o primo Peter Phillips, filho da princesa Anne. Vale lembrar que, desde a abdicação do marido de Meghan Markle à realeza, os filhos de Lady Di estão brigados.

Príncipes William e Harry
Os irmãos lado a lado no enterro da mãe, a princesa Diana

Os irmãos poderiam surgir lado a lado em uma segunda procissão do cortejo, etapa da entrada na Capela de São Jorge. Porém, mais uma vez os dois foram separados. Enquanto William será acompanhado por Peter, o caçula Harry terá a companhia do primo distante, David Armstrong-Jones, filho da irmã da rainha Elizabeth II, a princesa Margaret. Com o burburinho em torno da ordem do funeral, um porta-voz do palácio precisou se manifestar. Ele disse ser a vontade da monarca britânica.

O colaborador da Coroa explicou à People que a ordem final era “um mudança prática” em oposição a um esforço para “enviar um sinal”. “Este é um funeral e não vamos ser atraídos por percepções dramáticas. Os arranjos foram acordados e representam os desejos de Sua Majestade”, destacou. Outro funcionário do palácio disse em comunicado à revista norte-americana: “Estamos lidando com um funeral de família e, em seu cerne, ainda é um evento familiar”.

Príncipes William e Harry com Peter Phillips
Ao lado do primo Peter Phillips, William e Harry na cerimônia fúnebre de Isabel Bowes-Lyon, a rainha-mãe
Príncipes William e Harry com Peter Phillips
Príncipes William e Harry com Peter Phillips

Especialista em realeza, a biógrafa Ingrid Seward expressou uma teoria a respeito da relação dos irmãos e do velório de Philip. “Não é sobre Harry neste dia. Ele sabe que é sobre seu avô. Todos vão dar um show muito bom”, ressaltou. Uma das maiores preocupações da Coroa com o evento fúnebre está relacionada à segurança, devido à pandemia. O funeral contará apenas com 30 convidados, todos usando máscara de proteção. A rainha ficará sentada sozinha durante a cerimônia que homenageará o marido.

Para poupar o neto Harry de humilhações, Elizabeth II decidiu que nenhum integrante do sexo masculino da família real use uniforme militar. Por ter renunciado ao cargo na realeza, o duque de Sussex e o tio, o príncipe Andrew, seriam os únicos a vestirem roupas próprias. Embora a realeza esteja tentando evitar boatos e sinais de drama, nem todos os súditos estão convencidos de que os irmãos Harry e William deixaram os conflitos de lado.

0
Desaprovação

Quando os súditos descobriram que os príncipes William e Harry não caminhariam um ao lado do outro no cortejo fúnebre do avô, ficaram indignados. Eles presumiram que os irmãos vivem momentos de tensão e, por isso, optaram por separá-los na cerimônia. Embora o porta-voz real tenha dito ser uma decisão acertada da rainha Elizabeth II, o público não aprovou o veredito e expressou a indignação nas redes sociais.

“É triste que, por mais próximos que tenham sido, não consigam superar as diferenças para homenagear o avô”, escreveu um usuário do Twitter. O mesmo sentimento foi compartilhado por mais um fã da família real na rede social: “Normalmente, você deixa de lado as desavenças quando perde alguém. William teve o apoio total de Harry em suas escolhas da vida, o mesmo deveria fazer com seu irmão. Deus proíba que algo aconteça com um deles. O arrependimento é terrível”.

Atenta às tradições da família real britânica, uma usuária do Twitter lembrou que os irmãos nunca haviam caminhado um na companhia do outro, quando adultos, em funerais anteriores da realeza. “Isso não é uma história de agora”, escreveu. Na rede social, os votos são para que William e Harry tenham se reconciliado apesar das diferenças e homenageiem o avô, Philip, conforme ele gostaria.

Rainha Elizabeth com William, Charles, Philip e Harry
Os irmãos apareceram separados no funeral da bisavó, Isabel Bowes-Lyon, a rainha-mãe

 

Príncipe Philip
Príncipe Philip morreu aos 99 anos na sexta-feira (9/4)
Realeza britânica - rainha Elizabeth e príncipe Philip
Realeza britânica. À frente, William, Charles, rainha Elizabeth, príncipe Philip, Camilla Parker e Harry

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

Últimas notícias