Este é um espaço para celebrar a vida e as pessoas. Viaje comigo nesta aventura!

Após tretas, Harry e Meghan são convidados para jantar do rei Charles

Monarca do Reino Unido, rei Charles III convidou o filho caçula após deixá-lo de fora de um evento no dia da morte da rainha

atualizado 16/09/2022 16:06

Chris Jackson - WPA Pool/Getty Images

Na noite de domingo (18/9), rei Charles III será anfitrião de uma recepção histórica no Palácio de Buckingham. Na ocasião, ele e a esposa, a rainha consorte Camilla Parker, irão receber os chefes de Estados e líderes mundiais que confirmaram presença no último dia do funeral da rainha Elizabeth II, marcado para segunda-feira (19/9). O monarca convidou o caçula e a nora, o príncipe Harry e Meghan Markle, respectivamente. Em evento anterior, o soberano não chamou o casal.

Especialista em questões da dinastia Windsor e biógrafo dos duques de Sussex, Omid Scobie revelou que Harry e Meghan foram convidados a participar do evento solene. Além do casal, deverão prestigiar a noite oferecida por Charles e Camilla: o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden; do Brasil, Jair Bolsonaro (PL); e da França, Emmanuel Macron. Os reis da Espanha, Bélgica e de Mônaco também vão comparecer.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
0

“Estarão presentes os representantes de quase todos os países (algumas exceções, como Rússia e Síria), incluindo a primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, embaixadores do Irã e da Coreia do Norte (fazendo uma aparição pública extremamente rara), o imperador Naruhito e a imperatriz Masako do Japão”, elencou Omid Scobie.

A rainha Elizabeth II morreu no último dia 8, no Castelo de Balmoral, na Escócia. Na data, houve um jantar com o primogênito da falecida majestade, o rei Charles III, e o primeiro filho dele, o príncipe William. Entretanto, o outro herdeiro do novo monarca, Harry, não recebeu convite para participar da ocasião. Vale lembrar que a relação entre pai e irmãos é bastante conturbada.

Segurança

De acordo com o portal Express, o funeral da rainha será um dos maiores esquemas de segurança do Reino Unido. O evento reunirá chefes de Estado, líderes mundiais e monarcas, além de britânicos e turistas que chegarão em Londres nos próximos dias para o evento. Depois da cerimônia na Abadia de Westminster, o caixão da soberana seguirá para a Capela de São Jorge, situada dentro do Castelo de Windsor.

Caixão da rainha Elizabeth II no Westminster Hall

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram

Mais lidas
Últimas notícias