Distrital leva passa-fora de Ibaneis ao insistir em troca no CBMDF

Roosevelt Vilela queria indicação de aliado na corporação, mas governador reagiu: “Segurança não terá interferência política”

Michael Melo/MetrópolesMichael Melo/Metrópoles

atualizado 08/08/2019 21:23

Determinado a exigir a troca do comando do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) – e indicar o substituto –, o deputado distrital Roosevelt Vilela (PSB) acabou passando por uma saia justa no fim da manhã dessa quinta-feira (08/08/2019), no principal gabinete do Palácio do Buriti.

Embora estivesse decidido a intimar o governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), a nomear um aliado político para a chefia da corporação que integra, o parlamentar conheceu o caminho da rua após o emedebista se irritar com as seguidas investidas.

O incidente ocorreu menos de 48 horas após a coronel Sheyla Sampaio ter sido exonerada do comando da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF). A dispensa da oficial foi provocada justamente por problemas de insubordinação com o secretário de Segurança Pública, Anderson Torres.

“Tenho todo respeito pelos deputados, inclusive aqueles que não apoiaram minha candidatura. Mas eles podem indicar assessores nos gabinetes deles, na Câmara Legislativa. As áreas de saúde, educação e segurança, no que depender de mim, não terão indicações políticas”, disse o governador ao Metrópoles.

SOBRE OS AUTORES
Caio Barbieri

Cursou jornalismo no Centro Universitário de Brasília (UniCeub). Passou pelas redações do Correio Braziliense, Agência Brasil, Rádio Nacional e foi editor-adjunto da Tribuna do Brasil. Ocupou a assessoria especial no Ministério da Transparência e foi secretário-adjunto de Comunicação do GDF. Chefiou o relacionamento com a imprensa na Casa Civil, Vice-Governadoria, Secretaria de Habitação e na Secretaria de Turismo do DF. Fez consultoria para vários partidos, entidades sindicais e políticos da Câmara Legislativa e do Congresso Nacional. Assina a coluna Janela Indiscreta do Metrópoles e cobre os bastidores do poder em Brasília.

Eric Zambon

Foi correspondente do Jornal de Brasília nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, quando ainda era estagiário. Efetivado pelo JBr em 2014, integrou a equipe vencedora do Prêmio PaulOOctávio de Jornalismo no mesmo ano. Foi repórter de Cidades e Economia até se tornar colunista de política em 2018.

Últimas notícias