metropoles.com

Na CLDF, Ibaneis Rocha promete não radicalizar nas privatizações

O governador do Distrito Federal participou nesta quinta-feira (01/08/2019) da sessão de abertura dos trabalhos do segundo semestre da Casa

atualizado

Compartilhar notícia

Hugo Barreto/Metrópoles
Ibaneis na CLDF
1 de 1 Ibaneis na CLDF - Foto: Hugo Barreto/Metrópoles

A Câmara Legislativa (CLDF) retomou os trabalhos nesta quinta-feira (01/08/2019) com a presença do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), que fez questão de participar da primeira sessão deste segundo semestre. Em discurso aos deputados distritais, o chefe do Executivo local elencou os feitos de sua gestão, agradeceu o apoio dos parlamentares e falou a respeito de temas polêmicos, como a privatização de estatais.

O titular do Palácio do Buriti prometeu não radicalizar o debate, mas enfatizou que precisa criar condições para as empresas deixarem de ser deficitárias. Nos últimos meses, o emedebista tem defendido a privatização da CEB Distribuição – subsidiária da Companhia Energética de Brasília (CEB) –, da Companhia de Saneamento Ambiental (Caesb) e da Companhia do Metropolitano (Metrô-DF). “É importante manter os empregos, porém é mais importante dar resultados para a população, que é quem paga a conta”, destacou.

“Estamos abertos para qualquer tipo de discussão que precise ser feita. Não existe governo de oposição, de direita ou de esquerda. Temos um governo do Distrito Federal e estou muito feliz com o que a Câmara Legislativa tem feito para ajudar a construir esse debate”, completou Ibaneis. “A política que devemos fazer é com liberalismo, para que o capital possa chegar a quem realmente precisa.”

Sobre a pauta “bomba”, o presidente da CLDF, Rafael Prudente (MDB), afirmou que o primeiro movimento deverá ser feito pelo governador, com a apresentação dos números e das propostas, a fim de que a população possa decidir se é favorável ou não aos modelos. “Vamos fazer o debate e o governo vai ter que sinalizar, por exemplo, se essas privatizações vão melhorar lá na ponta: se o preço vai baixar e se o serviço vai melhorar realmente”, disse.

Parcerias

Com tom harmonioso, Ibaneis agradeceu o apoio da Casa em projetos considerados importantes, como o que criou o Instituto de Gestão da Saúde (Iges). “Graças a essa votação, temos seis UPAs [unidades de pronto atendimento] totalmente reformadas, 2,5 mil novos servidores e os hospitais geridos reformados”, frisou.

O governador também aproveitou para anunciar algumas medidas – entre as quais, a construção de duas unidades de saúde dentro do Complexo Penitenciário da Papuda e o envio à Câmara Legislativa do projeto que cria o serviço voluntário de agentes penitenciários.

Ele ainda falou da venda de imóveis públicos pertencentes às secretarias de Saúde e Educação. “Esses terrenos podem muito bem ser desafetados e nós podemos colocá-los à venda e vincular essas receitas para a construção e reforma das escolas, onde realmente são necessárias”, disse.

Outra iniciativa é a liberação “de mais de R$ 10 milhões” às escolas públicas por meio do Programa de Descentralização Administrativa e Financeira (Pdaf). “Isso dará mais autonomia para elas. Ações como essa só são possíveis por causa dessa união do Executivo com o Legislativo”, salientou. Ibaneis também afirmou que cogita colocar à venda terrenos pertencentes às secretarias e que ainda não foram ocupados. A ideia é investir o valor obtido em melhorias para Educação e Saúde.

Deputados no Executivo

Na saída do plenário, o governador defendeu a criação da Secretaria da Pessoa com Deficiência e a nomeação do deputado distrital Iolando Almeida (PSC) para o cargo. De acordo com o chefe do Executivo local, a proposta ainda está em formatação e não tem prazo para acontecer.

Sobre a permanência de Daniel Donizet (PSDB) na CLDF, que chegou a assumir a Administração do Gama, Ibaneis afirmou que a decisão foi do próprio parlamentar. “Ele viu que era mais importante ficar aqui, mas deixou muito coisa encaminhada, como o novo asfaltamento e a iluminação de algumas vias”, pontuou.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comDistrito Federal

Você quer ficar por dentro das notícias do Distrito Federal e receber notificações em tempo real?

Notificações