Após ataque da Naja, deputado quer CPI dos maus-tratos de animais no DF

Rodrigo Delmasso apresentou a proposta ainda em 2019, a matéria chegou a ser lida e agora ganha força para o combate ao tráfico de bichos

atualizado 11/07/2020 15:25

CLDF MYKE SENA/ ESPECIAL PARA O METRÓPOLES

Proposta lida em 2019, a comissão parlamentar de inquérito (CPI) para investigar maus tratos a animais ganhou força na Câmara Legislativa (CLDF) nos últimos dias. O motivo foi o episódio do ataque de uma cobra Naja a um estudante de medicina veterinária que revelou um suposto esquema de tráfico de animais silvestres e exóticos no Distrito Federal.

De acordo com o vice-presidente da Casa, Rodrigo Delmasso (Republicanos), os parlamentares têm se mobilizado para auxiliar no trabalho investigativo de descobrir como pelo menos 23 cobras, a maior parte norte-americanas, e até um tubarão vieram parar no Distrito Federal sem sequer um registro dos órgãos ambientais.

“Diante dos fatos que foram noticiados de animais silvestres viverem em cativeiro sem autorização dos órgãos competentes, revelando um suposto esquema de tráfico internacional de animais, a Câmara Legislativa precisa atuar para descobrir esta rede, bem como seus financiadores e mentores”, explicou o distrital.

Pela justificativa da instalação da CPI, o deputado reforça o problema da violência e crueldade contra a fauna. “Hoje, já há leis específicas dentro e fora do Brasil contra os maus-tratos a animais que, apesar de serem considerados crime, não impedem muitas pessoas de agirem com violência e descaso. Felizmente, ao mesmo tempo em que há pessoas indiferentes e até mesmo cruéis, há muitos movimentos de proteção aos animais aparecendo em todos os cantos do mundo”, frisou.

0

De acordo com o regimento interno, apenas duas CPIs podem funcionar simultaneamente na Casa. Uma delas – a do feminicídio – teve os trabalhos interrompidos em decorrência da quarentena do novo coronavírus, que levou os distritais a realizarem sessões remotas.

Para ser instalada, que é escolha do presidente Rafael Prudente (MDB), a CPI dos maus-tratos de animas terá de disputar com o pedido de CPI da pandemia. Os distritais pedem para investigar as medidas adotadas pelo governador Ibaneis Rocha (MDB) no combate à Covid-19 no DF, como, por exemplo, o pedido ao governo federal de decretação de calamidade pública seguida da liberação para o comércio voltar a funcionar.

Últimas notícias