Rolou na 5ª: Queiroz vai para casa de tornozeleira; Bolsonaro evolui bem

Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) atualiza: Brasil chega a 1.755.779 casos da doença e 69.184 mortes

atualizado 09/07/2020 21:12

Rolou nesta quinta-feira (9/7): o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha, concedeu prisão domiciliar a Fabrício Queiroz, ex-assessor do hoje senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ).

A medida também vale para a sua companheira, Márcia Aguiar, que é considerada foragida. Entre as medidas restritivas definidas por Noronha, está a de que Queiroz terá que usar tornozeleira eletrônica.

O ex-PM foi preso na manhã do último dia 18 de junho, em Atibaia (SP), na região do Vale do Paraíba, em um imóvel do advogado da família Bolsonaro, Frederick Wassef.

E o Palácio do Planalto informou que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), diagnosticado com Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, evolui bem e “sem intercorrência”.

De acordo com o Planalto, Bolsonaro “apresenta boas condições de saúde e continua sendo acompanhado, conforme rotina, pela equipe médica da Presidência da República”.

Também foi notícia:

Últimas notícias