Rolou na 2ª: Brasil não chegou ao pico, diz OMS; atos de domingo repercutem

Ministério da Saúde atualiza os númeos da Covid-19 no Brasil: são 29.937 mortes pelo coronavírus e 526.447 casos confirmados da doença

atualizado 01/06/2020 21:19

Rolou nesta segunda-feira (01/06): o diretor-executivo da OMS, Mike Ryan, disse que a América Central e a do Sul são os novos epicentros da pandemia do novo coronavírus no mundo. De acordo com ele, o Brasil e os países vizinhos ainda não atingiram o pico da transmissão da doença.

“Cinco dos dez países que registraram mais casos nas últimas 24 horas estão nas Américas”, salientou Ryan. “No momento, não é possível prever quando (o pior momento) chegará”, completou.

E após as manifestações de apoiadores do governo contra o Supremo Tribunal Federal (STF), a Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) repudiou os atos, que classificou como “autoritários e antidemocráticos”. Nesse domingo (31/05), um grupo pediu o fechamento da Corte. O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), estava presente no evento.

“Manifestamos profunda preocupação com os constantes e crescentes ataques ao STF e ao Poder Judiciário como um todo. Essas manifestações, evidentemente autoritárias e antidemocráticas, buscam dar indevido caráter ideológico à atuação jurisdicional e demonstram desprezo absoluto à independência judicial”, diz nota da entidade.

Já a coordenadora do movimento 300 pelo Brasil, Sara Winter, confirmou que foi intimada pela Polícia Federal para depor na quarta-feira (03/06), às 14h.

Nas redes sociais, ela disse que não vai comparecer à convocação. “Eu me nego a ir nessa bosta. Eu não vou prestar esclarecimentos sobre a minha conduta disciplinada de cidadã brasileira”, debochou.

Leia mais notícias desta segunda:

Últimas notícias