Mídia internacional repercute ataque a Bolsonaro em Juiz de Fora

Jornais de Argentina, Estados Unidos, França e Inglaterra comentaram agressão ao presidenciável durante agenda de campanha

atualizado 06/09/2018 19:12

Reprodução

O ataque a Jair Bolsonaro durante agenda de campanha em Juiz de Fora (MG), nesta quinta-feira (6/9), foi repercutido pela mídia internacional. Os principais veículos de países como Estados Unidos, França e Inglaterra comentaram o atentado ao presidenciável.

O New York Times escreveu que o candidato foi apunhalado durante agenda em Minas Gerais. Já o Washington Post destacou as filmagens feitas por celular durante a agressão a Bolsonaro. O francês Le Monde registrou que o candidato de extrema direita foi alvo de ataque de arma branca. O Clarín, um dos principais jornais da Argentina, falou em “violência na campanha” e estampou o fato no topo do site.

Veja chamadas dos jornais ao redor do mundo:

0

 

Nas imagens (assista abaixo), Bolsonaro aparece com as mãos na barriga. O fato foi confirmado pelos filhos do parlamentar nas redes sociais e também pela polícia local. Devido ao corte, o deputado federal precisou ser submetido a uma cirurgia.

No vídeo, é possível ver que o agressor é contido por populares logo depois de atingir o presidenciável. A Polícia Federal confirmou a prisão do homem e a abertura de inquérito policial para apurar as circunstâncias do fato. Em nota, a PF informou que o parlamentar contava com a escolta de policiais federais quando foi atacado.

Em suas agendas, Bolsonaro tem sido acompanhado por uma equipe da Polícia Federal. Por lei, candidatos à Presidência da República têm direito à escolta federal durante o período eleitoral. Em agenda no interior de São Paulo, Bolsonaro chegou a utilizar colete à prova de balas. No momento do ataque em Minas, contudo, ele não estava utilizando o item de proteção.

O candidato foi submetido a uma cirurgia e permanece na Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora (MG). A assessoria do hospital informou que ele deu entrada por volta das 15h40 com uma “lesão por material perfurocortante na região do abdômen”. Ele foi atendido na emergência, passou por um exame de ultrassonografia e seguiu para o centro cirúrgico: a operação terminou por volta das 19h.

Últimas notícias