Escolta e colete à prova de balas entram na campanha de Bolsonaro

Proteção dada pela Polícia Federal é um direito dos candidatos à Presidência da República durante todo o período eleitoral

JOSE MARIA TOMAZELA/ESTADÃO CONTEÚDOJOSE MARIA TOMAZELA/ESTADÃO CONTEÚDO

atualizado 23/08/2018 16:36

Escolta, policiais federais e colete à prova de balas. A campanha de Jair Bolsonaro (PSL) à Presidência da República está com a segurança reforçada. A informação foi divulgada pelo portal UOL, que confirmou com a equipe do presidenciável a logística para a proteção do candidato.

O ex-paraquedista do Exército Brasileiro tem vestido colete à prova de balas nos atos públicos pelo interior paulista durante esta semana. Assim o fez em Presidente Prudente na quarta-feira (22/8) e também em Araçatuba e Glicério nesta quinta-feira (23). Para não deixar o colete em evidência, Bolsonaro veste um casaco bege.

Ao portal, o nome do PSL na corrida ao Planalto explicou: “Obedeço e acima de tudo não revelo o que acontece no tocante à minha insegurança, pela minha segurança”.

A proteção dada pela Polícia Federal é um direito dos candidatos à Presidência da República durante todo o período eleitoral.

Últimas notícias