Blogueira é nomeada no Iphan sem qualificação exigida para o cargo

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, escolheu Monique Aguiar para coordenar o órgão no Rio de Janeiro

atualizado 18/05/2020 12:38

REPRODUÇÃO/FACEBOOK

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, assinou a nomeação da blogueira Monique Aguiar para coordenar, no Rio de Janeiro, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Ela, contudo, não tem a qualificação curricular exigida por lei para ocupar cargo de direção de nível 3, o chamado DAS 3. A informação é do colunista Guilherme Amado, da Época.

De acordo com o currículo da blogueira, que só agora foi entregue ao Ministério do Turismo — embora ela esteja nomeada há um mês —, Monique não tem curso superior em nenhuma área. A coordenadora afirmou em redes sociais, entretanto, que tinha curso superior em turismo.

No currículo, ela cita formação e experiências profissionais que nada têm a ver com a área do patrimônio histórico e artístico. Afirma ter se formado como professora durante o ensino médio e estar cursando turismo na Estácio e teatro na Escola de Atores para TV CCPAC.

À coluna, o ministério disse que “a situação de Monique Aguiar está em análise pela pasta e a conclusão deverá ser divulgada nos próximos dias”.

0

Últimas notícias