Blogueira nomeada no Iphan ataca quem recebe auxílio emergencial

Contratada para ser coordenadora do Iphan no Rio, Monique Aguiar chamou beneficiários de "pobres de espírito que não gostam de trabalhar"

atualizado 18/04/2020 12:30

Monique Aguiar, blogueira e turismóloga nomeada para o Iphan no Rio de JaneiroReprodução/Facebook

A blogueira Monique Aguiar, nomeada para a coordenação do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) no Rio de Janeiro, causou polêmica ao atacar beneficiários do auxílio emergencial. Ela, que se define como turismóloga e atriz, escreveu em seu Facebook que quem recebe os R$ 600 do governo federal são “pobres de espírito que não gostam de trabalhar”. A informação é da coluna do jornalista Guilherme Amado, da revista Época.

Neste sábado (18/04), as contas de Aguiar no Instagram e no Facebook aparecem fechadas somente para amigos dela. A foto de perfil da blogueira traz mensagem contra as medidas de isolamento social tomadas por causa da pandemia do novo coronavírus (Covid-19): “Vai trabalhar. Não quebre o Brasil”.

Monique Aguiar foi nomeada para o Iphan pelo ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antonio.

0

Amado cita vários posts em que a coordenadora do Iphan no Rio comete erros de português ao apoiar o fim do isolamento social e o governo do presidente Jair Bolsonaro. “Nem todos aqui são milionários para ficar 4 meses de quarentena, correto? Se você é apto e está com sua saúde boa e tem coragem de enfrentar esse vírus, arregasse (sic) as mangas e volte a trabalhar por quem não pode”, escreveu.

Em outra publicação, Aguiar chama Wilson Witzel, governador do Rio, de “bandido mentiroso”. Witzel é ex-aliado de Bolsonaro e, ao lado de vários outros governadores, tem se posicionado contra as falas de Bolsonaro sobre a pandemia.

Últimas notícias