Conselho do MP instaura reclamação disciplinar contra Dallagnol

A decisão do corregedor foi baseada em pedido do Partido dos Trabalhadores (PT), que defende investigação sobre as conversas vazadas

Daniel Ferreira/MetrópolesDaniel Ferreira/Metrópoles

atualizado 16/07/2019 16:30

O Corregedor do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), Orlando Rochadel Moreira, instaurou, nesta terça-feira (16/07/2019), reclamação disciplinar contra o procurador da Operação Lava Jato em Curitiba Deltan Dallagnol.

A decisão de Rochadel foi baseada em um pedido do Partido dos Trabalhadores (PT), que defende investigação sobre as conversas vazadas pelo site The Intercept Brasil com referências a Dallagnol e o então juiz federal Sergio Moro.

Além de Dallagnol, o corregedor abre reclamação contra o procurador Roberson Pozzobon, também presente em algumas das conversas no aplicativo Telegram.

No despacho, Rochadel determina a “notificação dos membros do Ministério Público Federal integrantes da força-tarefa Lava Jato Deltan Martinazzo Dallagnol e Roberson Henrique Pozzobon para manifestação no prazo de 10 dias”.

O corregedor solicita ainda “a expedição de ofício a Corregedoria-Geral do Ministério Público Federal para que informe, no prazo de 10 dias, os antecedentes disciplinares dos supracitados Membros integrantes da força-tarefa Lava Jato em Curitiba/PR”.

Confira o documento na íntegra:

Despacho_Inicial_determina RD Documento 01.003584-2019-Assinado (1) by Juliana Barbosa on Scribd

Últimas notícias