Olavo de Carvalho cobra Bolsonaro e generais após ação contra tuiteiros

"Farão algo para proteger a liberdade e os direitos civis?", questionou o guru. "O futuro do Brasil depende da resposta", disse ainda

atualizado 24/07/2020 16:08

O escritor Olavo de Carvalho aparece com uma blusa xadrezReprodução/Youtube

Com influência cada vez menor no governo à medida que o Centrão ocupa espaços e os militares seguem firmes, os bolsonaristas da ala ligada ao guru Olavo de Carvalho estão usando a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que derrubou uma série de contas de militantes na rede social Twitter para tentar ganhar os holofotes novamente. E o próprio Olavo, de sua casa nos Estados Unidos, já se uniu aos esforços ao cobrar reação do presidente Jair Bolsonaro e de seus “queridos generais“.

Veja a postagem feita em tom de cobrança nesta sexta (24/7) pelo guru, que educa seus seguidores por meio de um curso on-line de filosofia:

olavo facebook
Postagem em tom crítico de Olavo de Carvalho

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a derrubada de contas de bolsonaristas, incluindo blogueiros, jornalistas e políticos sem mandato, como o ex-deputado federal condenado no mensalão Roberto Jefferson, presidente do PTB.

Os perfis atingidos pela decisão do ministro envolvem os alvos de mandados de busca e apreensão feita no âmbito do inquérito das fake news, relatado pelo ministro na Suprema Corte no dia 27 de maio. A extremista bolsonarista Sara Winter, o empresário Luciano Hang e o blogueiro Allan dos Santos estão entre eles.

0

Carvalho, que não é investigado no inquérito, segue com as redes livres de bloqueio.

Últimas notícias