Mulher que zombou do “fique em casa” lamenta morte do marido por Covid-19

"Esse vírus humilha os seres humanos”, afirmou a viúva, que agora se arrepende de ter feito companha contrária ao isolamento social

atualizado 07/05/2020 11:58

Reprodução

Por meio de vídeo, uma comerciante da cidade de Santa Rita, na Grande João Pessoa, lamentou a morte do marido – um sargento reformado da Polícia Militar (PM) – diagnosticado com Covid-19. Ela, que se mostrava contrária ao isolamento social como forma de prevenção à disseminação do novo coronavírus, fez um alerta em que implora para que todos fiquem em casa.

“Há 15 dias eu escutava essa palavra ‘fique em casa’ e até cheguei a zombar. Cheguei na loja, fiz um vídeo dizendo ‘fique em casa, mas quem vai pagar nossas contas no final do mês?’. Hoje eu digo, ‘fique em casa, literalmente'”, afirmou Silvana Cunha.

Veja o vídeo e leia a reportagem completa no Portal T5, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias