metropoles.com

PGR pede arquivamento de investigação sobre Ricardo Barros no STF

Deputado foi citado na CPI da Covid por suspeita de envolvimento em irregularidades na compra de vacinas

atualizado

Compartilhar notícia

Billy Boss/Câmara dos Deputados
Ricardo Barros
1 de 1 Ricardo Barros - Foto: Billy Boss/Câmara dos Deputados

A Procuradoria-Geral da República (PGR) solicitou ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta sexta-feira (10/6) o arquivamento da investigação preliminar aberta contra o deputado Ricardo Barros (PP-PR), líder do governo na Câmara depois da CPI da Covid no Senado Federal.

Barros foi citado durante a comissão parlamentar de inquérito por suspeita de beneficiar empresas de parceiros e em benefício próprio. O deputado estaria envolvido em irregularidades para compra da vacina Convidecia contra a Covid, sob acusação de advocacia administrativa, crime que ocorre quando um funcionário público utiliza o posto que ocupa para interesses privados.

“Não há, nos dados enviados pelo Legislativo, nenhum elemento indiciário de que Ricardo Barros tenha atuado em prol das empresas citadas”, argumentou a vice-procuradora-geral da República, Lindôra Araújo.

O pedido de arquivamento é o primeiro feito pela PGR para investigações advindas da CPI da Covid. Dez frentes de apuração foram abertas depois dos indiciamentos propostos pela comissão.

Deputado se pronuncia

“Repito o que disse na época, o relatório da CPI da Covid não possui materialidade. Foi baseado em narrativas desmontadas uma a uma. Todos os depoentes ouvidos negaram a minha participação na negociação das vacinas. Meus sigilos e das minhas empresas foram quebrados e absolutamente nada foi encontrado”, reagiu Ricardo Barros.

O parlamentar descreveu a atuação do grupo como “ativismo político”.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?