Ministro Nefi Cordeiro, do STJ, pede aposentadoria: “Fiz o meu melhor”

Ele disse que esse seria o momento certo para a decisão, "até por sustos de saúde", e, por isso, resolveu que ficará com a família

atualizado 02/03/2021 14:39

Divulgação/STJ

O ministro Nefi Cordeiro, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), anunciou nesta terça-feira (2/3) que vai se aposentar. A decisão foi comunicada durante a sessão da 6ª Turma da Corte, realizada por videoconferência. “Fiz o meu melhor”, disse.

Duarante a sessão, Nefi afirmou que pensou muito e resolveu que esse seria o momento, até por “sustos de saúde”, resolveu que ficará com a família e tomará outro caminho. Ele finalizou dizendo que sempre procurou fazer seu melhor e que já sente saudades.

Na condição de presidente da Turma, o ministro Antonio Saldanha falou sobre a tristeza “em privarmos de um companheiro tão positivo, elegante e com tanta humanidade”.

O ministro Sebastião Reis Jr. desejou ao ministro Nefi muita felicidade e agradeceu a convivência.

“Não me lembro de vê-lo contrariado, incomodado ou levantando o tom de voz, mesmo nos debates mais intensos. Uma voz coerente, serena e sensata. Eu acho que só posso agradecê-lo, não só a todo esse tempo, mas também a aquilo que nos ensinou. No direito e no julgar, de como um juiz deve se comportar, agir e atuar. O ministro Nefi é um exemplo e não tenho dúvidas de que fará muita falta. A magistratura perde um grande exemplo”, disse.

Últimas notícias