Lewandowski levanta sigilo de mensagens trocadas entre Moro e Dallagnol

Ação foi movida pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que obteve acesso ao material apreendido no âmbito da Operação Spoofing

atualizado 01/02/2021 13:49

STF Ricardo LewandowskiDaniel Ferreira/Metrópoles

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), retirou o sigilo das conversas entre procuradores da Operação Lava Jato e o ex-juiz Sergio Moro. O caso tramita no âmbito da Operação Spoofing.

As mensagens são parte da operação que, em julho de 2019, prendeu suspeitos de invadir celulares de Moro e procuradores de Curitiba.

O conteúdo de novos diálogos foi incluído nesta segunda-feira (1º/2) no processo pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que teve acesso ao material.

Uma outra parte dos diálogos já tinha vindo a público na semana passada e revelava Moro orientando os procuradores sobre como apresentar a denúncia contra o petista no caso do triplex do Guarujá.

Os diálogos foram obtidos pelos advogados de Lula depois que o próprio Lewandowski decidiu que eles poderiam ter amplo acesso ao material apreendido na Operação Spoofing.

A força-tarefa teve como alvo os hackers que conseguiram rastrear os celulares de autoridades de Brasília, entre elas o próprio Moro.

Últimas notícias