Dataprev finaliza análise de 3,7 milhões de pedidos do auxílio de R$ 600

Montante de requerimentos foi enviado para homologação do Ministério da Cidadania, que envia o lote de aprovados à Caixa Econômica

maos seguram dinheiroGabriel Vergani / EyeEm/Getty

atualizado 11/07/2020 13:56

A Dataprev concluiu nesta semana a análise de 3,7 milhões de cadastros do auxílio emergencial de R$ 600. Os requerimentos foram enviados ao Ministério da Cidadania para homologação.

Desse total, 2,2 milhões de requerimentos se referem ao primeiro pedido. A maioria foi feito entre os dias 17 de junho e 2 de julho, quando se encerrou o prazo legal para pedir o benefício.

O restante, ou seja, 1,5 milhão, são contestações realizadas pelos cidadãos no aplicativo após terem o benefício negado em um primeiro momento. Esses foram os últimos lotes a serem analisados.

A estatal não divulgou, no entanto, quantos dos pedidos analisados foram aprovados para receber o benefício. Após homologados, serão enviados para a Caixa Econômica, que realiza o pagamento.

Consulta

Para saber se teve a primeira parcela aprovada, a pessoa poderá consultar o site do programa (acesse aqui) nos próximos dias. Caso a resposta seja negativa, ainda é possível contestar a decisão.

Quem teve o auxílio emergencial de R$ 600 negado pode também entrar com um pedido de contestação de resultado por meio da Defensoria Pública da União (DPU) de seus municípios.

Os cidadãos que foram aprovados agora têm direito às cinco parcelas do benefício. No entanto, o Ministério da Cidadania faz uma reanálise todo mês. Assim, pode cancelar o pagamento caso identifique irregularidades.

0

Últimas notícias