Blog com notícias, comentários, charges e enquetes sobre o que acontece na política brasileira. Por Ricardo Noblat e equipe

18 anos Blog do Noblat

Vídeo: ao lado de ministro, deputado relata como matou um assaltante

Deputado Felício Laterça (PSL-RJ) contou que reagiu a um assalto e disparou contra dois: um morreu, "mas o outro vagabundo sobreviveu"

atualizado 22/02/2022 10:50

Ministro Anderson Torres (Justiça) e o deputado Felício Laterça Reprodução / Câmara dos Deputados

Numa audiência na Câmara, semana passada, o deputado Felício Laterça (PSL-RJ), que é delegado da Polícia Federal, fez relato de uma experiência que viveu em 2016, quando, ao lado de sua mulher, foram assaltados ao chegar em casa, em Niterói (RJ).

Ao lado do ministro da Justiça, Anderson Torres, eles debatiam a criação de um Estatuto da Vítima, para proteger “não o bandido, mas quem é vítima deles”. Laterça contou que um dos bandidos apontou a arma para sua mulher e pegou o celular. E, quando se dirigia a ele, o parlamentar disparou contra o assaltante e também num comparsa.

“Vou voltar em 2016. Para roubar um celular, um vagabundo desembarca de um carro e põe a arma na cabeça da minha mulher, que fala nisso até hoje. Quando ele veio buscar o meu, meti bala nesse desgraçado. E no outro também (eram dois). Um veio a óbito e o outro não, não sei o que aconteceu com a munição… dei quatro tiros no vagabundo e ele ainda sobreviveu” – relatou Felício Laterça.

“E fomos na audiência fazer o reconhecimento. Minha mulher tremia, e eu tremia de raiva porque errei o tiro. Até hoje minha mulher faz tratamento. E lá se passaram cinco, seis anos, e ela nem quer morar na nossa casa. Foi chegando em casa que isso aconteceu.”

Últimas do Blog