Blog com notícias, comentários, charges e enquetes sobre o que acontece na política brasileira. Por Ricardo Noblat e equipe

18 anos Blog do Noblat

O que empresários devem fazer para ajudar Bolsonaro a vencer Lula

Receita prescrita por um presidente confuso e em apuros

atualizado 17/05/2022 12:53

Jair Bolsonaro Rafaela Felicciano/Metrópoles

“Estive num almoço agora com Paulo Skaf (ex-presidente da Federação das Indústrias de São Paulo) e vários empresários. Abílio Diniz (presidente do Conselho de Administração da BRF e membro dos Conselhos de Administração do Grupo Carrefour) estava presente”, contou Bolsonaro a donos e dirigentes de supermercados em São Paulo.

“Em dado momento, na conversa, um perguntou no final como poderia me ajudar. Simples: chamei todos para a cozinha, onde o salário médio é 2000 reais por mês. Me ajuda conversando com essas pessoas. Não adianta vocês reunirem, por exemplo, 1.000 empregados e dar uma palestra para eles. Não adianta falar do comunismo, socialismo, Venezuela, outros países”, ensinou.

“Não adianta nada, eles não vão acreditar em vocês se vocês não conversar todo o dia com eles. Se conversar, aí eles acreditarão em vocês e terão realmente consciência de que se vier acontecer isso no Brasil, o Brasil vai para o espaço como já foi a Venezuela”, disse Bolsonaro, sem deixar claro, porém, o que queria dizer ao referir-se a “isso” que poderá acontecer no Brasil.

Além do tradutor para a Língua Brasileira de Sinais (Libras), Bolsonaro precisa de outro com autonomia para completar ou esclarecer o que ele diz em português capenga.

Últimas do Blog