Cinco homens foram presos por importunação sexual em Salvador

Circuito Barra-Ondina registrou pelo menos três das prisões no período de Carnaval. SSP-BA também combateu violência doméstica

JP Rodrigues/MetrópolesJP Rodrigues/Metrópoles

atualizado 05/03/2019 20:28

A Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) divulgou balanço sobre as violências cometidas contra mulheres durante o Carnaval em Salvador. Segundo o órgão informou nesta terça-feira (5/3), cinco homens foram presos em flagrante pelo crime de importunação sexual, lei sancionada no ano passado. A informação é do jornal O Globo.

Os homens foram denunciados pelas vítimas por assédio pelo uso da força e levados para a Central de Flagrantes da Polícia Civil. A detenção de um deles, Daniel Pindobeira de Souza, ocorreu no circuito Barra-Ondina durante a madrugada de segunda-feira (4).

Ele tentou tocar o rosto, sentar no colo, acariciar e puxar a mão de uma mulher. Pindobeira também agrediu um policial que tentou conter os abusos.

Jailson Magalhães Ribeiro e Silvio Claudio Leite foram detidos no domingo (3). Autuado em flagrante, o primeiro tocou as nádegas de uma mulher. O segundo foi acusado de perseguir outra e se encostar nela “de forma libidinosa” no Circuito Campo Grande, informou a Secretaria.

Os outros dois registros ocorreram no sábado (2), na região do Barra-Ondina. Djalma da Rocha Cardoso Neto foi acusado de tentar beijar uma mulher à força e agredir o namorado dela. Já Daniel Santana Santos colocou as pernas por cima de uma mulher que estava descansando na calçada.

Repressão no Carnaval
A delegada titular da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Periperi, Simone Moutinho, descreveu alguns dos comportamentos que podem ser enquadrados como assédio e importunação sexual. “As cantadas pejorativas, beijos roubados, apalpar ou passar a mão em qualquer parte do corpo sem a autorização da mulher são condutas delituosas”, listou a delegada.

Além das prisões enquadradas na nova lei, os três postos da Deam registraram mais de 20 casos de violência doméstica e seis homens foram presos em flagrante. De quinta-feira (28/2) até essa segunda (4), tiveram 26 ocorrências, incluindo 13 registros de lesão corporal.

Últimas notícias