De bolha a safári: 5 hospedagens no Brasil com experiências exclusivas

Conectadas à natureza e com toque de luxo, alternativas em diferentes cantos do país oferecem o que há de melhor no turismo de isolamento

atualizado 04/06/2021 20:04

Divulgação/Cabana Home

Não é segredo que a sensação de  pisar em um lugar novo é o primeiro passo para criar memórias marcantes. Adicione uma pitada de tempero e descubra o melhor do chamado turismo de experiência, modalidade que promove uma imersão muito além de conhecer atrações turísticas. Mais do que partir de um lugar para outro, as viagens são uma ferramenta essencial para extrair o que de mais autêntico um lugar tem a oferecer.

É vivendo, sentindo e se tornando um personagem daquele destino que aquela vivência passa a ser tão marcante a ponto de se tornar uma parte de você. Destinos de aventura e em conexão com a natureza, em especial, tem o poder de promover uma reconexão interior e com o ambiente ao seu redor. É nesse potencial que algumas hospedagens brasileiras têm apostado. Com um leque de vivências customizadas e singulares, os roteiros passam a habitar a memória afetiva dos viajantes.

Confira uma lista de opções, não muito longe de casa, para investir no turismo de isolamento. Você não vai querer sair do quarto. Ou melhor, da propriedade.

Sob a luz do luar

Dentro de uma bolha, certamente as cores ficam mais vivas. O verde da floresta colorida pelo Sol ganha um charme especial com o alaranjado do entardecer. Ao cair da noite, a luz transforma a paisagem totalmente quando iluminada pelas milhares de estrelas do céu de Araçoiaba da Serra, a apenas 120km da capital de São Paulo.

Nunca a expressão “você vive em uma bolha” foi empregada de forma tão literal e positiva. A experiência que o Cabana Home oferece aos seus visitantes é uma reconexão com a natureza, trazendo o luxo sem abrir mão da simplicidade. São 5 cabanas, a 150m de distância uma da outra, ligadas por passarelas de madeira elevadas.

Os visitantes são carinhosamente recebidos pelos guias locais: os burrinhos Frida, Paçoca e Pipoca, e dividem espaço com os micos, que passam pelas cabanas estrategicamente no horário do café-da-manhã. Vez ou outra, alguns vagalumes se confundem com as estrelas, e até esquilos já deram as caras por ali.

Fato é que a experiência é um verdadeiro mergulho na natureza. Além da Cabana da Bolha, estão disponíveis outras hospedagens para duas pessoas no complexo. Um contêiner erguido entre as árvores – 9 metros acima do chão – forma a cabana da árvore, ao lado das Cabanas do Vento e da Mata.

Cada acomodação é equipada com a própria cozinha básica – frigobar, fogão e churrasqueira. E o local oferece café-da-manhã, servido mediante agendamento.

Informações: (15) 99720-4016

@cabanahome

Volta à infância

“O nosso sonho de criança, que era dormir em uma casa na árvore, agora pode ser realizado por mais gente também”, conta Alon Lax, dono do Recanto da Fonte, hospedagem no meio da floresta em Monte Verde, na Serra da Mantiqueira.

A pequena casa de madeira foi construída há mais de 20 anos para que ele e a irmã, Ilana, pudessem brincar. O projeto deu vida ao desenho que o próprio Alon fez quando era criança, e foi criado apenas para servir como esconderijo para brincadeiras.

Contudo, com a crescente lista de pedidos dos que queriam pernoitar nas alturas, eles transformaram o local em uma suíte. Agora, o espaço acomoda até três hóspedes e conta com banheiro, aquecedor, frigobar, TV e wi-fi.

Entre os encantos do destino com clima de montanha e tempero mineiro, a charmosa hospedagem fica a 10 metros do chão e preserva um estilo rústico com toques de requinte. Prepare-se para se aconchegar nos lençóis de fio egípcio e curtir privacidade e contato com a natureza como em nenhum outro lugar.

Entre a folhagem da Mata Atlântica, os visitantes podem contemplar um belo pôr do sol ao lado dos esquilos que adoram aparecer na varanda. Além da casa na árvore, o local também conta com o chalé Cottage, hospedagem de dois andares com cozinha completa, sala de estar, varanda com churrasqueira e dois quartos.

Informações: (11) 5524-6218
@recantodafonte
http://recantodafonte.com.br

Safári no Cerrado

Reconhecido como a savana brasileira, seria uma surpresa se o Cerrado não tivesse o próprio safari. Bem cedinho, quando os lobos-guarás se levantam, ou no entardecer, quando voltam para descansar, a equipe da Associação Onçafari leva os hóspedes da Pousada Trijunção para visitar animais típicos do bioma em seu habitat natural, de longe, sem perturbá-los.

Essa é uma das experiências que a pousada, situada no ponto de encontro entre os estados Minas Gerais, Goiás e Bahia, oferece aos seus visitantes. A hospedagem de luxo fica dentro de uma unidade de conservação, na fazenda de mais de 33 mil hectares de mesmo nome, e conta com apenas sete suítes que unem o clima rústico do cerrado às opções requintadas de acomodações.

0

Por ali, convivem com os visitantes centenas de espécies da fauna e da flora brasileira, como famílias de lobos-guará, antas, tamanduás, veados catingueiros e até uma onça pintada. A localização isolada da pousada, distante da poluição luminosa das cidades, também a torna um local privilegiado para observar estrelas, constelações e outros corpos celestes.

Na cartela de experiências, o passeio de caiaque pela lagoa das araras – onde vive a menor espécie de jacaré do mundo – e a trilha seguindo o canto dos pássaros para observar as aves são alguns dos pontos altos.

Após os passeios customizados de acordo com a própria agenda, o visitante retorna à pousada para curtir as refeições preparadas no restaurante, que une as culinárias dos três estados em opções da alta gastronomia. De tarde, o dia termina na extensa área de lazer, com piscina, sauna e SPA.

Informações: @pousadatrijunção

Refúgio multicolorido

É na Chapada dos Veadeiros que fica a casa na árvore mais alta do Brasil, 25 metros acima do chão. Dentro do Mariri Jungle Lodge, a opção de hospedagem oferece uma vista incrível para o Cerrado brasileiro, a 13km de Alto Paraíso.

O caminho feito por 30 minutos de estrada não pavimentada, que atravessa as colinas do bioma, é o momento de despir-se das preocupações do dia a dia. Ao chegar ao seu destino, prepare-se para dizer sim ao convite irrecusável para se desconectar do resto do mundo. Não há carros por perto, apenas trilhas para caminhadas e uma bela natureza crua.

0

Originalmente uma pequena casa abandonada completamente envolvida pela floresta circundante, o espaço foi transformado em um alojamento mágico em estilo de safári africano, construído com materiais orgânicos, com decoração étnica de cores vivas.

A Araras Treehouse conta com cozinha equipada, cobertores, almofadas, livros e um banheiro seco. O espaço também é vegetariano – evite comer ou levar carne para preparar na cozinha compartilhada.

Informações: (31) 98693-3044

@maririjunglelodge

Com aroma e sabor de vinho

No Rio Grande do Sul, o termo pipas de vinho é usado para chamar as grandes estruturas de madeira usadas para armazenar a bebida. Mas, no hotel fazenda Pampas, na Serra Gaúcha, elas são sinônimo de um modelo de hospedagem singular.

Essas enormes estruturas deixaram de abrigar 150 mil litros de vinho para se transformar em chalés de três andares, com direito a cozinha, quarto, banheiro e um terraço com uma bela vista para o resto da propriedade.

Elas foram desmontadas de vinícolas, peça por peça, e transportadas até o hotel. A montagem e a transformação em cabana foi um verdadeiro trabalho artesanal.

Embora completamente transformadas em acomodações de conforto, permanecem nas pipas alguns sinais de que elas realmente foram usadas para armazenar a bebida por muitos anos. O cheiro do vinho exala dos cristais que grudaram no carvalho, e contribuem para tornar a experiência uma imersão na cultura da bebida de Baco e suas cores, aromas e sabores.

0

Informações: @hoteispampas

wwww.hoteispampas.com.br

Mais lidas
Últimas notícias