Mãe revela antes e depois impressionante após cortar carboidrato da dieta

A britânica Gemma Mortimer decidiu mudar o próprio estilo de vida depois de ver uma foto brincando com os filhos

atualizado 26/11/2020 16:18

colagem de três fotos de mulher loiraReprodução/Facebook

A britânica Gemma Mortimer, de 39 anos, colocou seu estilo de vida em xeque há pouco mais de um ano. “Desde que tive filhos, eu comia para passar o tempo e o tédio enquanto meu bebê dormia e o mais velho estava na escola”, relembra. Mas o que a fez tomar uma atitude definitiva quanto aos hábitos sedentários foi uma foto tirada enquanto ela brincava com os filhos no parque, há alguns meses.

Ao jornal Daily Mail, ela compartilhou sua vivência. “Eu sabia que engordaria depois de ter filhos, mas ver a foto foi um grande choque para mim”. O retrato, tirado pelo marido, deixou de ser uma lembrança querida e virou um alerta. “Eu passei a odiar o que vi”, diz Gemma.

O resultado da mudança foi uma dieta rigorosa, sem açúcar nem carboidratos. Aliada à mudança nas refeições, a inglesa de Northamptonshire também começou a praticar atividades físicas regularmente e criou tanto gosto que passou a correr maratonas. Em vez de comer para passar o tempo livre, ela implementou uma rotina de exercícios. “Meu marido ficava muito tempo fora, e aí eu comecei a correr para passar o tempo”.

Quando aderiu a um plano de alimentação rígido, Gemma conta que foi capaz de reverter sua relação com a comida, perdendo peso em apenas seis meses. “Eu corria, em média, três vezes por semana, trabalhando com as crianças e me apegando rigidamente ao plano de dieta”.

Com a quarentena causada pela pandemia, ela encontrou motivação extra para correr quatro maratonas, a fim de arrecadar dinheiro para doar ao Serviço Nacional de Saúde Britânico (NHS). O propósito por trás das corridas representou um grande elemento motivacional. “Ser capaz de arrecadar fundos, além de perder peso, me deixou mais determinada do que nunca”.

0

“Durante o mês de abril, corri as quatro maratonas com facilidade. Acabei fazendo cinco provas em apenas quatro semanas”, disse. “Corri 30 km e meu melhor tempo foram duas horas e 43 minutos”.

Durante a pandemia, a inglesa continuou a se cuidar em casa, mantendo hábitos saudáveis, como beber muita água.

Últimas notícias