Saúde mental: cinco aplicativos de autocuidado para testar já

O Metrópoles elencou opções para dormir melhor, se alongar, meditar, comer bem e monitorar a saúde mental

atualizado 07/08/2022 10:52

Mulher em cima da cama sorrindo para o celularReprodução/ FreePik

A pandemia, infelizmente, transformou o Brasil em um país que adoece mentalmente e acumula uma multidão de deprimidos e ansiosos. Os efeitos do luto, do medo e do isolamento impulsionado pela Covid-19 foram explosivos nos últimos dois anos.

Uma pesquisa da Vital Strategies e da Universidade Federal de Pelotas mostrou que houve um salto de pessoas diagnosticadas com ansiedade de 9,6% antes da pandemia para 13,5% em 2022. Recentemente, a Associação Brasileira de Psiquiatria ainda revelou que um quarto da população tem, teve ou terá depressão ao longo da vida.

Com isso, reservar um tempo ao autocuidado torna-se necessário para manter a mente sã e a disposição diária. “Mesmo com o dia a dia agitado, é importante cuidar do bem-estar para se manter saudável e bem consigo mesmo”, explica a psicóloga Luciana Rodrigues.

Segundo ela, não precisa de nada muito elaborado. “Eu sempre indico a terapia. Contudo, se a pessoa estiver sem disposição, pode começar praticando algo que é importante para ela e faz sentido no estilo de vida, como exercícios, alimentação equilibrada e meditação”, exemplifica a expert.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
0

A tecnologia pode ser uma forte aliada no processo de cura e autocuidado. Atualmente, existem diversos aplicativos com objetivos distintos, mas que possuem foco no bem-estar. O Metrópoles reuniu algumas indicações que podem te ajudar. Confira:

Para dormir melhor

Se você tem dificuldade para dormir, o Endel pode te ajudar. O aplicativo cria paisagens sonoras para três objetivos principais: relaxamento, foco e sono. Ele utiliza inteligência artificial para identificar as variações de intensidade durante o dia e trazer os sons mais adequados para cada situação.

Para a saúde mental

O objetivo da plataforma Wilu é ajudar as pessoas a escolher um tipo de terapia que se adeque à sua situação pessoal. Assim que faz o download, o usuário passa por um questionário para descobrir o modelo mais adequado para suas necessidades. No final das perguntas, é indicado um ou mais métodos de psicanálise. Dentro do app, é possível encontrar profissionais de saúde que atendem de acordo com o método escolhido e agendar uma consulta avulsa ou sessões periódicas.

Para meditar e relaxar

Além de exercícios de meditação guiada e relaxamento, o aplicativo Zen também apresenta um programa para melhorar a insônia, o estresse e a ansiedade. Ele é fácil de usar e bastante intuitivo, contando com textos e áudios explicativos.

Para uma alimentação equilibrada

Criado por nutricionistas, o Desrotulando conta com um scanner que lê o código de barras do produto e analisa a tabela nutricional do alimento. Com notas de 0 a 100, o rótulo é avaliado de acordo com seus ingredientes e sua tabela nutricional. Todas as informações contidas no aplicativo seguem as diretrizes do Guia Alimentar para a População Brasileira, organizado pelo Ministério da Saúde.

Alimentação saudável
É importante cuidar da alimentação para uma boa saúde mental

Perdem pontos, por exemplo, os produtos com alto teor de açúcar, gordura trans, sódio e ultraprocessados. Por outro lado, quando o alimento contém mais fibras e seus ingredientes são mais naturais ou orgânicos, os pontos aumentam.

Para alongar

Depois de um dia intenso de trabalho, muitas vezes sentado na mesma posição, o corpo pede por um alongamento. No Yoga Studio, existem vários vídeos de orientação para a prática, com aulas de 10 a 60 minutos, variando de acordo com a disponibilidade de cada um.

Mais lidas
Últimas notícias