Novo normal: academia da Asa Sul inova com aulas de spinning ao ar livre

A SpinCycle Outdoor começa a atender neste sábado (8/8) com atividades mais seguras em tempos de pandemia de coronavírus

atualizado 04/08/2020 11:58

SpinCycle/Reprodução

A importância de se manter ativo e realizar exercícios físicos veio à tona com a pandemia do novo coronavírus. Muitas pessoas ficaram animadas com a reabertura de academias e outros estabelecimentos desde o dia 14 de julho. No entanto, a retomada das atividades presenciais requer cuidados e medidas de segurança. Sob essa perspectiva, surgiu o novo projeto do SpinCycle: aulas ao ar livre no formato cabine.

Localizado na 207 Sul, o estúdio boutique inaugura o novo modelo de atividade neste sábado (8/8). De acordo com Larissa Pacheco, fundadora do estúdio e idealizadora do projeto, batizado de SpinCycle Outdoor, a inspiração veio de outras academias com a mesma proposta na Europa e teve participação da Hey Cápsula na cenografia, identidade visual e execução.

“Com as cabines ao ar livre, trazemos total segurança ao aluno. A ideia é tirar a tensão do momento. As academias estão muito focadas nisso, mas também precisam oferecer o prazer da experiência. O aluno precisa visualizar a segurança e ter vontade de estar ali”, explica Larissa, em entrevista ao Metrópoles.

A proposta do SpinCycle Outdoor consiste em 12 bicicletas, separadas em cabines de acrílico e distribuídas na área externa da academia.

Larissa garante que as aulas inaugurais já estão esgotadas, mas é possível marcar para outros dias. As aulas são agendadas pelo site e pelo aplicativo, novidade da empresa que será lançada no sábado (8/8). Na ferramenta, também será possível visualizar o cronograma das próximas semanas.

“O aplicativo vai transmitir algumas aulas para quem alugar a bicicleta. É uma ótima alternativa para quem não pode sair casa, como as pessoas do grupo de risco”, conta a fundadora do estúdio.

0
Precauções

Entre as medidas de segurança, está o controle do acesso aos equipamentos, com fluxos delimitados de entrada e saída, e a aferição de temperatura de todos os alunos. Para entrar na cabine, o usuário terá que fazer check in via QR Code, disponibilizado no aplicativo da SpinCycle. Ao lado da bike, estará disponível um kit completo da aula, com sapatilha, fone de ouvido, toalha descartável e álcool em gel.

Mesmo dentro da cabine, o uso de máscaras faciais ainda é obrigatório, segundo decreto do Governo do Distrito Federal. A medida prevê o uso da proteção facial em todos os espaços públicos e vias públicas desde abril. O estúdio reduziu o tempo de aula para que os alunos se condicionem ao uso da máscara aos poucos. Além disso, a iniciativa deve movimentar a economia da região, que foi afetada pela pandemia.

“Recebemos elogios da prefeitura da quadra, porque muitos estabelecimentos fecharam na região, então, ela está mais escura. Às 19h, está tudo deserto. Com a inauguração, a quadra vai ganhar mais vida e dar gás a outros comércios. Isso acaba girando a economia local”, afirma Larissa.

Últimas notícias