Pessoas ansiosas tendem a ter sonhos com temas semelhantes, diz estudo

Algumas características prevalecem nos sonhos entre as pessoas com ansiedade, inclusive ser perseguido e sonhar com relacionamentos antigos

atualizado 01/08/2022 14:50

Mulher dormindoGetty Images

A ansiedade é um quadro mal-estar que pode ser causado por motivos distintos e se manifestar de maneiras diferentes para aqueles que sofrem com a condição. Em uma crise, por exemplo, as pessoas podem sentir dor no peito, formigamento no corpo, angústia, tremores e até mesmo náuseas. No entanto, um estudo revelou que o quadro de ansiedade pode se manifestar também através de sonhos.

Segundo a pesquisa realizada pela Universidade de Düsseldorf, na Alemanha, e publicado na revista Dreaming, pelo menos três temas são mais comuns nos sonhos das pessoas que sofrem com ansiedade. Após analisar um grupo de 76 pessoas, onde metade sofria com o problema, os pesquisadores identificaram que haviam uma espécie de padrão nos temas dos sonhos dos pacientes ansiosos.

Ser perseguido, atacado fisicamente, ficar paralisado pelo medo, acidentes catastróficos e presenciar a morte de entes queridos eram assuntos que apareciam para aqueles que sofrem com a condição. A variedade de cenários e personagens nestes sonhos era muito maior entre os ansiosos do que nos que não possuíam o distúrbio.

Além dos temas recorrentes, algumas características prevaleciam nos sonhos entre as pessoas com ansiedade, entre elas a presença de relacionamentos antigos e a alta potência e velocidade.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
Publicidade do parceiro Metrópoles 5
0

O autor da pesquisa, Anton Ramish, explicou que os ansiosos tendem a ter mais pesadelos com ambientes assustadores e hostis.

“De acordo com essa noção, concluímos que os conteúdos dos sonhos em pacientes ansiosos não só existem em grande número, mas também são vivenciados por eles com uma intensidade e ênfase subjetivas particularmente altas”, afirmou.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias