Pais de crianças correm menos risco de ter Covid grave, mostra estudo

Dados de mais de 3 milhões de adultos dos Estados Unidos mostraram taxas de hospitalização e morte maiores entre adultos sem filhos pequenos

atualizado 03/08/2022 13:04

Criança vacinadaRafaela Felicciano/Metrópoles

Um estudo feito nos Estados Unidos, publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences, descobriu que os pais de crianças pequenas, com idade até 5 anos, correm menos risco de desenvolver a forma grave da Covid-19 em comparação a outros adultos.

Os pesquisadores das universidades de Stanford e de Columbia e da organização Kaiser Permanente analisaram dados de mais de 3 milhões de adultos até janeiro de 2021.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
Publicidade do parceiro Metrópoles 5
Publicidade do parceiro Metrópoles 6
Publicidade do parceiro Metrópoles 7
Publicidade do parceiro Metrópoles 8
Publicidade do parceiro Metrópoles 9
0

Eles observaram que a taxa de hospitalização por complicações da Covid-19 do grupo de pais era 49% menor em comparação aos adultos sem filhos pequenos. A taxa de internação em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) era até 75% menor.

A hipótese levantada é de que os pais teriam uma proteção maior em razão da imunidade cruzada por infecções prévias de outros coronavírus comuns, responsáveis por resfriados leves em crianças e muito comuns antes do surgimento do Sars-CoV-2, causador da Covid-19.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias