O que é o oxímetro e como ele pode ajudar no tratamento da Covid-19

O aparelho portátil mostra quando o nível de oxigenação do sangue está abaixo do considerado normal, indicando complicações pulmonares

atualizado 14/05/2020 21:20

Oxímetro usado em idosaGetty Images

O uso do oxímetro, um dispositivo pequeno e portátil, que pode ser comprado em farmácias, pode ser um aliado no acompanhamento de pacientes que se tratam da Covid-19 em casa. O equipamento é usado para aferir o nível de oxigenação sanguínea, geralmente mais baixo em pessoas que desenvolvem quadros complicados da doença.

Em abril, o médico americano Richard Levitan escreveu um artigo, publicado no jornal The New York Times, no qual defende que o uso do oxímetro por pacientes com o novo coronavírus evitaria que muitos chegassem aos hospitais com a situação agravada.

Ele observou que alguns pacientes morriam repentinamente, após uma hipóxia silenciosa, que é um quadro de pneumonia que se manifesta sem a presença de problemas respiratórios. “Como muitos pacientes não vão ao hospital até que a pneumonia já esteja bem avançada, muitos acabam usando ventiladores, causando escassez de máquinas. E uma vez sem ventiladores, muitos morrem”, escreveu.

Nos hospitais, ele é usado nos ambulatórios, leitos e nas unidades de terapia intensiva (UTIs) para fazer uma avaliação mais criteriosa dos sinais vitais dos pacientes.

Em casa, no entanto, é recomendado apenas para pacientes de doenças pulmonares – tromboembolismo pulmonar e doença pulmonar obstrutiva crônica, por exemplo –, acamados e pessoas com doenças neurológicas, de acordo com o clínico geral e coordenador da Clínica Médica do Hospital Santa Lúcia Norte, Marcos Pontes.

O nível normal de saturação de oxigênio no sangue varia entre 95% e 99%. Os médicos devem ser acionados quando o resultado for abaixo de 95%, aliado a sintomas respiratórios e ou de taquicardia. Pontes afirma que, se usado corretamente, os valores são precisos. “A detecção precoce de uma piora do padrão pulmonar nos pacientes sabidamente com Covid-19 tem grande importância na boa recuperação”, completa.

Pessoas saudáveis
O médico não recomenda, entretanto, que o aparelho seja usado por pessoas que não estejam doentes e que querem apenas checar o estado de saúde porque estão apreensivas com a pandemia mundial.  “O oxímetro não é um instrumento para diagnóstico de Covid-19, por isso não deve ser usado com essa finalidade”, esclarece.

Ele reforça que não é hora de correr para as farmácias em busca do oxímetro, assim como foi feito com medicamentos divulgados como a cura do coronavírus. O equipamento é essencial para pacientes que enfrentam outras comorbidades. “Esse aparelho avalia e vitalidade através do nível de saturação pulmonar e várias outras patologias apresentam esse mesmo sinal”, explica.

Últimas notícias