Nutricionista ensina a fazer mix de temperos para aumentar imunidade

A combinação do gengibre, cúrcuma, alho e salsinha ajuda o corpo no processo anti-inflamatório e na prevenção de doenças

atualizado 20/08/2021 15:11

Istock

O sistema imunológico é o encarregado de realizar as defesas do corpo diante de ameaças. Alguns temperos como o gengibre, a cúrcuma, o alho e a salsinha são excelentes aliados para turbiná-lo. Quando combinados, essas raízes e plantas ajudam a evitar inflamações e dores musculares crônicas.

A nutricionista Aline Quissak ensina como preparar uma pasta com os quatro ingredientes naturais para temperar refeições e dar um booster na imunidade. A especialista também detalha os benefícios dos ingredientes.

Receita

Ingredientes:
100 g de gengibre fresco;
100 g de cúrcuma raiz;
5 dentes de alho;
1 xícara de salsinha;
150 ml de azeite de oliva;
1 limão.

Modo de preparo:
Retire a pele do gengibre, da cúrcuma e do alho. Junte todos os ingredientes, esprema o suco do limão e passe no processador para formar uma pasta.

A mistura pode ser guardada na geladeira por até dois meses. Ela pode ser utilizada como base para o preparo de arroz, carnes, peixes, refogados e legumes e até mesmo como pastinha para ser consumida com pão ou em cima das saladas.

De acordo com a nutricionista, a inclusão de um ácido e uma gordura boa, como o limão ou o vinagre e o azeite, respectivamente, é necessária para garantir o poder terapêutico da receita. Eles fazem com que os antioxidantes e nutrientes permaneçam ativos para que nosso organismo absorva-os e os use melhor.

“Assim conseguimos extrair mais nutrientes da cúrcuma, que é potencializada em mil vezes pelo gengibre ou pimenta-do-reino, e em 30% quando misturada em azeite”, afirma Aline.

Conheça os benefícios dos ingredientes:

Cúrcuma

Uma colher de sopa de cúrcuma in natura tem 884 pontos anti-inflamatórios, o que a torna excelente para dores e inflamações nas articulações.

O antioxidante da cúrcuma, a curcumina, é 400 vezes mais potente que a metformina, um medicamento usado no controle da diabetes e pré-diabetes. Ela também ajuda o fígado no processo de desintoxicação, varrendo as toxinas acumuladas.

Para ativar esse antioxidante de baixa absorção no corpo, é necessário unir a cúrcuma à pimenta-do-reino ou ao gengibre e à uma gordura do bem, como o azeite de oliva ou o óleo de coco ou de abacate.

Cúrcuma

Gengibre

O gengibre é um anti-inflamatório natural, faz bem para a saúde do coração e ajuda no emagrecimento. A nutricionista explica que esta raiz auxilia a ativar os genes de queima de gordura, desde que seja feito o chá com infusão entre 10 e 12 minutos.

Na versão do gengibre em pó, grande parte do gingerol, o composto usado para inflamação, é perdida. Por isso, o ideal é consumir a opção in natura. Aline destaca que o consumo de 2g de gengibre por dia, o equivalente a 1 colher de chá, por quatro semanas, já foi associado à diminuição de 13% do colesterol total.

Salsinha

Por ser extremamente baixa em calorias, a salsinha é considerada como um trunfo para a nutrição. Os diferentes antioxidantes presentes nas folhas auxiliam na redução dos riscos de diabetes, de inflamações e ajudam a diminuir o efeito dos carboidratos no sangue. A medida indicada para ter um efeito medicinal é de duas a quatro colheres de sopa.

Alho

O alho é conhecido por ser um super anti-inflamatório. O preparo do ingrediente faz toda a diferença para as propriedades alcançadas. Quando está inteiro, ele libera a Allyl Cisteína, que possui propriedades para melhorar a imunidade e a proteção dos neurônios. Quando ele é picado em pedaços maiores, libera o Allyl dissulfide, que auxilia na proteção do coração, diminuição do colesterol e triglicerídeos.

Alho
Segundo a expert em nutrição, o alho é considerado um antibiótico natural
Azeite

O azeite de oliva é uma das fontes de gordura mais anti-inflamatórias que existe. Ele ajuda na dor, na imunidade, no foco, concentração e até na saúde do coração.

Azeite
O azeite diminui o risco de doenças cardiovasculares

Mais lidas
Últimas notícias