“Não é uma corrida entre empresas ou países”, diz OMS sobre vacina

Diretores afirmam que é necessário esperar pelo menos seis meses pelos resultados da terceira etapa do estudo clínico

atualizado 10/09/2020 12:32

Mike Ryan na OMSOMS/Reprodução

Em entrevista coletiva nesta quinta-feira (10/9), os diretores da Organização Mundial de Saúde (OMS) lembraram que a pausa no estudo clínico da vacina de Oxford contra a Covid-19 é normal. Além disso, reforçaram a importância da segurança estar em primeiro lugar e alertaram para a busca pela imunização não virar uma “corrida entre as empresas”.

Segundo Michael Ryan, diretor de emergências da entidade, esta é uma corrida, sim, contra o vírus e contra o tempo, mas não entre as farmacêuticas que estão produzindo a imunização. “Mas não podemos apostar em nenhum dos cavalos antes da linha de chegada”, diz.

A cientista-chefe da OMS, Soumya Swaminathan, explica que, para uma vacina ser considerada segura e eficaz, é preciso que a terceira fase do estudo clínico dure, no mínimo, seis meses. Por isso, a entidade espera os primeiros resultados em dezembro de 2020 ou janeiro de 2021, e não antes disso.

0

Últimas notícias