Mulher de 107 anos sobrevive à Covid-19: “Comam uma laranja por dia”

Angela Hutor é a mais velha moradora do Reino Unido a se recuperar da infecção provocada pelo coronavírus

atualizado 24/08/2020 16:34

Mais velha mulher a vencer o coronavírus no Reino UnidoDivulgação

“Mantenham a gratidão e comam uma laranja por dia”, esses foram os conselhos dados por Angela Hutor, que, aos 107 anos, tornou-se a habitante mais velha do Reino Unido a vencer o novo coronavírus.

No currículo de sobrevivente de Angela há, ainda, três traumas mundiais superados: as duas guerras e a gripe espanhola. A dona de casa, que nasceu na Itália mas vive em Londres desde os 8 anos de idade, pegou a Covid-19 em abril e quase morreu.

Sua filha, Pauline Hutor, que chegou a ser convocada para se despedir da mãe, tal era a gravidade do caso, conta que é um milagre vê-la saudável. Contada pelo jornal inglês Camden New Journal, a reportagem não detalhou o tipo de tratamento ao qual ela foi submetida.

Hutor atribui sua sobrevivência ao pensamento positivo, à capacidade de agradecer pelas bênçãos que recebeu na vida e a ingestão de uma laranja fresca todos os dias: “Cortada em quatro, não em suco”, afirmou ao Camden New Journal.

0

Últimas notícias