Hospitais públicos do DF recebem oito novos aparelhos de endoscopia

Equipamentos serão instalados nas unidades do Gama, Taguatinga, Sobradinho e Ceilândia; ao todo, 2 mil pacientes aguardam por exame

Michael Melo/MetrópolesMichael Melo/Metrópoles

atualizado 02/07/2019 15:07

A rede pública de saúde recebeu, nesta terça-feira (02/07/2019), oito torres de endoscopia. Com a chegada dos aparelhos, será possível acelerar a realização do exame, que, atualmente, só é feito no Hospital de Base. Quatro hospitais receberão os equipamentos.

“Irão duas torres para cada um dos seguintes hospitais: Gama, Taguatinga, Sobradinho e Ceilândia”, enumerou a diretora de Engenharia Clínica, Luciana Farias.  Os aparelhos custaram aos cofres da Secretaria de Saúde o valor de R$ 2.422.160,00.

A instalação dos equipamentos começará na próxima segunda-feira (08/07/2019), possivelmente, pelo Hospital Regional de Taguatinga (HRT). “Estamos montando, junto à Subsecretaria de Atenção Integral à Saúde e à empresa vencedora da licitação, o cronograma de instalação, de acordo com a necessidade de cada unidade”, explica Luciana.

Marcação de exame
A marcação do exame é feita por hospital. Estima-se que cerca de duas mil pessoas aguardam para fazer endoscopia atualmente. A instalação dos aparelhos vai reduzir a fila em pouco tempo. “A quantidade de exames a serem feitos vai depender das agendas de cada unidade”, complementa.

O exame de endoscopia coleta imagens em tempo real do aparelho digestivo, do esôfago ao duodeno, passando pelo estômago, e serve para o diagnóstico de muitas doenças que acometem, direta ou indiretamente, essa região. Entre as principais estão refluxo, gastrite, úlceras, pólipos, doenças infecciosas e câncer em estágio inicial e avançado.

Com informações da Secretaria de Saúde

Últimas notícias