Hoje é o Dia Mundial da Pizza. E você pode escolher opções saudáveis!

O nutricionista Renato França dá dicas de como tornar ajunk food menos calórica

Vita Marija Murenaite, UnsplashVita Marija Murenaite, Unsplash

atualizado 10/07/2019 17:57

Hoje é o Dia Mundial da Pizza. Essa certamente será uma das desculpas usadas por aqueles que vão encarar algumas fatias da adorada junk food. Apesar de a opção ser bastante calórica, algumas escolhas de ingredientes podem tornar as fatias mais saudáveis e, dessa maneira, amenizar um pouco a culpa de quem não consegue resistir à iguaria.

O nutricionista Renato França explica que, quanto mais grossa for a pizza, mais calórica ela é. Por isso, opte pela massa fina e evite bordas recheadas. “Deixe o sabor para o recheio”, sugere. O molho deve ser artesanal, sem aditivos ou corantes. Certifique-se disso perguntando ao atendente.

Por fim, a escolha do recheio é determinante para não colocar tudo a perder. Quanto menos ingredientes, melhor. O nutricionista alerta que os componentes mais carregados em gordura e sódio são calabresa, pepperoni, bacon e Catupiry. “A pizza marguerita, feita com muçarela de búfala, manjericão e molho de tomate é bastante saudável”, indica França. Outras boas opções de recheio incluem cogumelo, alho-poró, abobrinha, pesto, rúcula e tomate seco.

Quem está seguindo a dieta low-carb, deve buscar massas feitas com couve-flor e brócolis. E moderação continua sendo a palavra-chave. “Mesmo as mais saudáveis e menos calóricas devem ser consumidas com moderação”, afirma Renato França.

Últimas notícias