Férias: falta de rotina das crianças exige cuidados especiais dos pais

Nathália Sarkis, pediatra do Hospital Santa Lúcia, explica que os momentos de lazer requerem precauções de segurança específicas

atualizado 16/07/2019 21:46

Hero Images, Getty Images

As férias chegaram e, independentemente da programação da família, é importante que a criança tenha oportunidade de descansar e de se divertir. É evidente que os cuidados com os filhos são diários, mas, no período de folga, quando os momentos de lazer são mais intensos, há algumas precauções específicas.

A pediatra Nathália Sarkis, do Hospital Santa Lúcia e integrante da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), sugere que os pais sigam este check-list:

  • Segurança em casa: É importante que janelas e escadas tenham proteção para evitar acidentes mais sérios e quedas. Medicações e produtos de limpeza devem estar guardados fora do alcance das crianças, e os armários devem possuir travas de segurança. “Crianças não têm noção do perigo e podem se machucar ou se intoxicar”, afirma a especialista.
  • Na praia ou clubes: Os pais devem estar atentos para evitar afogamentos, mesmo que as crianças estejam utilizando boias. Em locais cheios, os menores de idade devem ser identificados com pulseiras, e é essencial verificar se há salva-vidas ou locais impróprios para banho.
  • Exposição ao sol: O ideal é que essa exposição ocorra antes das 10h e depois das 16h. Ainda assim, crianças abaixo de 6 meses de idade devem obrigatoriamente usar chapéu e roupa com proteção solar. O uso do protetor solar é recomendado, assim como o do repelente contra mosquitos.
  • Roupas adequadas: Caso o destino das férias seja frio, a criança deve utilizar roupas térmicas, bem como luvas, cachecol e gorro para manter a temperatura corporal. A médica recomenda o uso de soro fisiológico para limpar o nariz caso haja excesso de secreção.
  • Proteção: Crianças que utilizam patinetes, patins ou bicicletas devem obrigatoriamente estar com capacete adequado para evitar traumatismo craniano em caso de quedas. Segundo Nathália, é indicado também o uso de sapatos fechados.
  • Alimentação: Nas férias, é normal aumentar o tanto de guloseimas que as crianças consomem. Para a pediatra, é importante que a quantidade oferecida não seja tão grande. “Isso pode causar problemas no retorno à rotina”, finaliza.

Últimas notícias