Desafio humano: Reino Unido infectará voluntários saudáveis com coronavírus

De acordo com o jornal Financial Times, governo do país financiará estudos usando método para acelerar desenvolvimento de vacina

atualizado 24/09/2020 14:07

vacina sendo aplicadaistock

Voluntários saudáveis participarão do primeiro teste de “desafio humano” da Covid-19 em Londres. Os estudos serão financiados pelo governo do Reino Unido e liderados por pesquisadores do Imperial College London e preveem a infecção deliberada dos participantes com o novo coronavírus cerca de um mês após eles receberem doses de candidatas à vacina.

O objetivo é obter mais rapidamente respostas sobre a eficácia das fórmulas em desenvolvimento. Diferente dos testes habituais, nos “desafios humanos” os pesquisadores não precisam esperar que os participantes sejam infectados pelo vírus naturalmente.

Os ensaios clínicos devem começar em janeiro, no leste de Londres, em uma instalação segura de quarentena. Lá dezenas de voluntários serão acompanhados de perto pelos pesquisadores por aproximadamente um mês após a infecção.

O projeto ainda precisa da aprovação da Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos de Saúde do Reino Unido e de um comitê independente de ética em pesquisa para ser iniciado.

Os voluntários serão jovens e saudáveis, com baixo risco de apresentarem a forma grave da doença após o contato com o vírus. Eles serão recrutados a partir do banco de inscrições do projeto norte-americano 1Day Sooner, que já cadastrou mais de 37 mil pessoas de todo o mundo interessadas em participar deste tipo de estudo.

A informação foi antecipada pelo Financial Times na quarta-feira (24/9), citando pessoas envolvidas no projeto. De acordo com a publicação, o projeto será oficializado na próxima semana.

0

 

Últimas notícias