Covid-19: empresa americana anuncia sucesso em teste de antiviral

O Remdesivir está sendo usado em pacientes internados com a doença e teve êxito em tratamento experimental

atualizado 29/04/2020 17:28

ilustração comprimidosArte/Metrópoles

O Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos (NIAID) teve êxito ao completar o primeiro teste de um medicamento experimental contra a Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus, segundo divulgou nesta quarta-feira (29/04) a companhia de biotecnologia Gilead Sciences.

De acordo com comunicado emitido pela empresa, trata-se do antiviral Remdesivir. O texto diz ainda que o NIAID dará mais detalhes sobre os resultados dos estudos em breve.

O medicamento, que é produzido pela Gilead Sciences, está sendo testado em vários pacientes internados com Covid-19, mas ainda não é aprovado para o tratamento de qualquer doença. Antes, passou por testes experimentais com pacientes afetados pelo vírus ebola.

A companhia, que tem sede na cidade de Foster City, na Califórnia, lembrou que o Remdesivir não tem licença e nem foi aprovado em outros países do mundo. Além disso, o antiviral ainda não mostrou ser seguro ou efetivo para o combate ao novo coronavírus.

“Esse estudo proporcionará informação se um tratamento mais curto, de cinco dias de duração, pode ter eficácia e segurança similares ao tratamento de 10 dias nos exames da NIAID”, aponta o texto divulgado pela Gilead Sciences.

A expectativa da companhia é obter, no fim de maio, os dados de um segundo estudo de avaliação da eficácia das doses de cinco e 10 dias, em pacientes com Covid-19 moderada.

Últimas notícias