Ivermectina (remédio para piolhos) cura o novo coronavírus?

O medicamento é um antiparasitário comum que vem sendo alardeado como mais um medicamento eficiente contra a Covid-19

atualizado 10/04/2020 15:40

Ilustração sobre o coronavírusArte Metrópoles

O antiparasitário ivermectin – também vendido como ivermectina – é um medicamento usado contra piolhos, lombriga, sarna e elefantíase. De uns tempos para cá, também entrou na lista dos remédios alardeados como a cura do coronavírus. Não se engane: a doença ainda não tem tratamento.

O ivermectin apresentou bons resultados in vitro, em um estudo feito em laboratório pela universidade Monash, com o hospital Royal Melbourn, na Austrália. Os pesquisadores afirmam que uma dose do remédio pode diminuir em até 100% a presença do coronavírus em culturas de células – o medicamento já tinha apresentado resultados contra a Aids, dengue, influenza e zika vírus.

Porém não é possível afirmar que o remédio é eficiente e seguro contra a Covid-19. Ainda faltam pesquisas com seres humanos para saber se a eficácia se transporta das placas de laboratório para o corpo humano e qual é a quantidade ideal para que os resultados sejam positivos.

“Embora pareça ter sido bem-sucedido no ambiente de laboratório, o ivermectin não pode ser usado para tratar a Covid-19 até que sejam concluídos os testes clínicos que comprovem a sua eficiência em dosagens seguras para os seres humanos”, alerta a publicação da Monash University.

Últimas notícias