Caminhada de 20 minutos pode diminuir risco de 7 tipos de câncer

Estudo foi feito pela Sociedade Americana de Câncer, uma das mais prestigiadas instituições de pesquisa sobre a doença

atualizado 29/12/2019 19:27

Arek Adeoye/Unsplash

Depois de uma década acompanhando mais de 750 mil pessoas, um estudo organizado pela Sociedade Americana de Câncer descobriu que duas horas e meia de exercícios físicos moderados durante a semana – cerca de 20 minutos diários em caminhada leve, por exemplo – são suficientes para diminuir o risco de sete tipos de câncer.

Essa quantidade de exercício diminui as chances de desenvolver um tumor no fígado em 18%. A porcentagem sobe para 27% se forem gastas 5 horas em atividades físicas por semana.

Já no caso de câncer de mama, o risco caiu 6% para as 2h30m de atividade e 10% para 5 horas. A neoplasia que atinge o rim teve baixa de 11% e 17%, respectivamente, para ambos os sexos, assim como uma redução de 19% para mieloma. Mulheres que praticam a quantidade adequada de atividade física têm 18% menos chance de desenvolver câncer de útero e linfoma não Hodgkin. Homens na mesma situação apresentam 14% menos probabilidade de ter câncer de cólon.

A perda de peso não é novidade na diminuição dos fatores de risco para a doença, mas, de acordo com esse novo estudo, o exercício é benéfico até para pessoas ativas e dentro do peso ideal.

“São ótimas notícias para muitas pessoas que, quando descobrem a necessidade de fazer exercícios para melhorar a própria saúde e prevenir câncer, acham que precisam fazer algo drástico como começar a correr para uma maratona”, explica o médico Alpa Patel, um dos autores do estudo, em entrevista ao Daily Mail.

Últimas notícias