Sintomas depressivos são mais comuns em jovens que tomam contraceptivo

De acordo com pesquisa científica norte-americana, tristeza, choro e insônia são mais frequentes entre garotas que usam anticoncepcional

atualizado 07/10/2019 12:30

Uma pesquisa feita pela Brigham and Women’s Hospital, nos Estados Unidos, descobriu que adolescentes que fazem uso de pílulas anticoncepcionais têm mais chances de desenvolver sintomas relacionados à depressão. Choro mais frequente, problemas para dormir e falta de apetite seriam alguns deles.

A equipe médica analisou dados de cerca de mil mulheres com idades entre 16 e 25 anos. As participantes responderam questionários a respeito de sintomas depressivos, como choro, sentimentos de inutilidade, sono excessivo, pensamentos suicidas e auto-mutilação. A partir das respostas, os pesquisadores criaram uma pontuação, representando a gravidade dos relatos.

Os sintomas depressivos foram aproximadamente 21% mais intensos para garotas que tomam contraceptivos em comparação com os relatos das adolescentes que não faziam uso de remédios assim. Adolescentes que tomavam pílula relataram chorar mais frequentemente, dormir mais e ter mais problemas alimentares que as colegas. As descobertas foram publicadas na revista especializada JAMA Psychiatry.

Sinais depressivos, como os relatados, não mais sutis do que uma depressão clínica diagnosticada, mas podem ter um impacto importante na vida das pacientes. Os autores da pesquisa sugerem que os dados sejam levados em conta para decisões sobre o uso dos medicamentos.

Últimas notícias