Zelensky aumenta a pressão sobre EUA e Europa: “Medo de tomar decisão”

Ao pedir aviões e tanques, presidente da Ucrânia dispara: "Todos precisam entender quem está com medo de evitar essa tragédia, e por que"

atualizado 26/03/2022 22:42

Volodymyr ZelenskyReprodução/Telegram

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky exigiu maior apoio militar aos Estados Unidos e a países da Europa em discurso na noite deste sábado (26/3). Durante o pronunciamento dirigido à população ucraniana, o chefe de Estado defendeu que o mundo deve saber “quem está com medo de, simplesmente, tomar uma decisão” para “evitar uma tragédia”.

Zelensky solicitou o envio de mais aviões, tanques de guerra e armamento antimíssel. “Isso é o que os nossos parceiros têm aos montes, guardado e coberto de poeira em depósitos. Afinal, isso tudo é pela liberdade, não apenas da Ucrânia, mas de toda a Europa”, afirmou.

Zelensky falou, especialmente, do conflito em Mariupol, cidade portuária estratégica no sul ucraniano. A região se tornou um dos principais alvos de ataques. Segundo autoridades ucranianas, 100 mil pessoas estão no local sem conseguir escapar dos horrores dos bombardeios incessantes.

“É impossível abater mísseis russos usando espingardas e metralhadores. (…) É impossível romper cerco de Mariupol sem um número suficiente de tanques, outros veículos armados e, com certeza, aeronaves. Todos os combatentes ucranianos sabem disso. Milhares de pessoas sabem disso — cidadãos, civis que estão morrendo no bloqueio das tropas russas.”

O presidente do país também questionou se Moscou comanda a comunidade europeia a partir da política da intimidação. E ironizou: “Eu gostaria de ter metade da coragem de quem está há 31 dias pensando em como enviar uma dúzia ou duas de aviões e tanques de guerra”.

Ele continuou o discurso, frisando que os Estados Unidos e os chefes de Estado da Europa estão cientes da situação atual do conflito no Leste Europeu.

“Isso deve ser difundido, o mais rápido possível, para a maior quantidade de pessoas na Terra. Então todos entenderão quem está com medo de evitar essa tragédia, e por que. Quem está com medo de, simplesmente, tomar uma decisão.”

0

Mais lidas
Últimas notícias