*
 

Pouco antes de se encontrar com o presidente da Coreia do Norte, Kim Jong-un, em Singapura, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, usou sua conta no Twitter para registrar que seu principal assessor econômico, Larry Kudlow, sofreu um ataque cardíaco.

Segundo o tuíte de Trump (veja abaixo), Kudlow está sendo tratado no Walter Reed Medical Center, próximo à capital americana.


O assessor de 70 anos já embarcou na gestão de Trump durante as negociações com a Coreia do Norte: ele assumiu como diretor do Conselho Econômico Nacional dos Estados Unidos em 15 de março.

Tanto Kudlow quanto a cúpula do governo dos Estados Unidos estão envolvidos nas tratativas da reunião entre o chefe e o ditador norte-coreano desde março.

Amigo de longa data de Trump, ele foi comentarista da TV CNBC antes de ir para a Casa Branca. Seu estado é considerado grave. (Com informações da Agência Estado)