Cuba: governo proíbe, mas oposição mantém ato marcado para novembro

Ditadura cubana acusa opositores de buscarem mudança de regime. Manifestantes prometem marcha "pacífica e cívica"

atualizado 12/10/2021 19:32

Getty Images

Cubanos críticos ao governo socialista da ilha caribenha marcaram protestos por todo o país no próximo dia 15 de novembro e, nesta terça-feira (12/10), autoridades divulgaram comunicados informando que os atos estão proibidos por terem a “intenção manifesta de promover uma mudança do sistema político”.

Apesar da proibição, o grupo responsável pela convocação não desistiu e prometeu, na data marcada, “marchar cívica e pacificamente por nossos direitos”.

A ilha foi sacudida há três meses após uma onda de protestos por vacinas contra a Covid-19, liberdade e abertura política e econômica. Os atos foram marcados por episódios de violenta repressão estatal e sua repercussão no país e no exterior deu força aos organizadores para marcar novas manifestações.

Inicialmente, os novos atos, marcados para a capital, Havana, e para cidades do interior, estavam agendados para o dia 20 de novembro, mas foram antecipados em 5 dias depois que o regime cubano marcou para a mesma data um “Dia Nacional da Defesa”, numa primeira tentativa de atrapalhar a mobilização. Com a mudança de data, veio a proibição.

Os principais organizadores dessas manifestações se unem em um grupo político chamado Archipiélago. Um dos coordenadores desse grupo, o dramaturgo Yunior García, reclamou da decisão em entrevista a agências internacionais nesta terça.

“Qualquer coisa que os cubanos façam, dizem que alguém em Washington inventou. É como se nós não pensássemos, não tivéssemos cérebro. Qualquer cubano sensato quer mudanças para o bem, quer que em Cuba haja mais democracia, mais progresso, mais liberdade, em todos os sentidos”, disse ele.

Também nesta terça, o grupo Archipiélago denunciou nas redes sociais a prisão de uma de suas ativistas.

Veja:

Também pelas redes os ativistas cubanos opositores informaram, horas após a proibição, a intenção de manter os atos.

Veja a postagem:

 

Últimas notícias