Ataque com arco e flecha na Noruega é investigado como ato terrorista

Homem matou cinco pessoas e deixou dois feridos. Polícia aponta que ele era monitorado desde que se converteu ao islamismo

atualizado 14/10/2021 11:23

Reprodução

Um dinamarquês de 37 anos é o principal suspeito do ataque com arco e flecha que deixou cinco mortos e dois feridos na cidade norueguesa de Kongsberg, na Noruega, nesta quarta-feira (13/10). O incidente é investigado como um ataque terrorista pelas autoridades.

“A polícia está dando essa informação por causa de todos os rumores nas redes sociais sobre pessoas que não estão ligadas a esses atos gravíssimos”, disse a polícia em um comunicado.

Segundo o chefe da polícia regional, Ole Bredrup Saeverudse, o homem foi detido e estaria agindo sozinho. Apesar de não informar o motivo do ataque, investigadores afirmaram que o monitoravam pelos sinais de radicalização que apresentou após se converter ao islamismo.

Ataque

Segundo a imprensa local, o suspeito atirou contra pessoas por cerca de meia hora em uma grande área da cidade, incluindo um supermercado.

O ataque desta quarta-feira é o pior da Noruega desde 2011, quando um terrorista matou 77 pessoas em um acampamento de jovens.

Nesta semana, a diretoria da polícia determinou que todos os agentes portem armas de fogo. Normalmente, os policiais andam desarmados, mas oficiais têm acesso quando necessário.

Últimas notícias