Salles se desculpa por divulgar vídeos antigos de Drauzio Varella

A mensagem foi divulgada logo após o ministro do Meio Ambiente se reunir com o presidente Jair Bolsonaro no Palácio da Alvorada

Andre Borges/Esp. Metrópoles

atualizado 24/03/2020 8:50

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, usou suas redes sociais para se desculpar por ter divulgado três videos nos quais o médico Drauzio Varella não aconselhava o isolamento como forma de prevenir o colapso no sistema de saúde devido a crise do coronavírus.

Os vídeos eram antigos e foram usados por bolsonaristas nas redes sociais como negação das necessidade de medidas restritivas para conter a propagação do Covid-19. O próprio médico Drauzio Varella queixou-se do uso.

O próprio Twitter apagou os vídeos nesta segunda-feira (23/03).

A postagem foi feita após uma reunião no Palácio da Alvorada com o presidente Jair Bolsonaro no início da manhã desta terça-feira (24/03).

“Quando resolvi mostrar todos os 3 vídeos do Drauzio Varela, desde o de 30/jan até o de 19/mar o objetivo jamais foi desinformar, mas apenas demonstrar que o tema é dinâmico, complexo e comporta discussões e opiniões distintas, inclusive sobre impacto econômico de certos exageros”, justificou o ministro por meio de sua rede social.

Em seguida, pediu desculpas aos que entenderam de forma equivocada: “Aos que entenderam de forma distinta, fica desde já meu pedido de desculpas”, disse Salles.

Na ocasião, o próprio médico emitiu uma nota alertando se tratar de um vídeo antigo feito por ele em janeiro com recomendações antigas sobre o novo coronavírus. Na época, o médico havia afirmado que “não tinha motivos para alterar o ritmo de vida diário”.

Na nota, Drauzio ressaltou que “situação mudou drasticamente” e reforçou que, no momento atual, há a necessidade do isolamento social para combater a proliferação da Covid-19.

“Fiquem atento às novas recomendações e não divulgue material antigo ou de fontes não confiáveis. Por prováveis interesses políticos, algumas autoridades oficiais estão usando esse conteúdo sem informar que se trata de material antigo, cujas recomendações não valem mais. A situação pela qual o país passa é grave”, diz a nota. Segundo o médico, o vídeo com recomendações antigas foi retirado das redes sociais oficiais de Drauzio.

Últimas notícias