Na contramão do delivery, clubes dão desconto em bares e restaurantes

De welcome drinks a pratos em promoção, os serviços de assinatura saíram dos encartes de papel e foram parar no celular

DivulgaçãoDivulgação

atualizado 24/08/2019 18:54

Na era em que o delivery se apossou até mesmo da ida ao supermercado, um aplicativo que obriga o usuário a sair de casa para comer pode ser pedir demais. Essa foi, no entanto, a alternativa encontrada por clubes de assinatura em restaurantes e bares. Antes, esses serviços vendiam talões impressos de validade semestral ou anual, com redução de 50% no preço de um prato. Hoje, ganham versões atualizadas, focadas em aplicativos de celular.

“A gente começou no papel porque é algo mais palpável, queríamos ganhar o público em 2017. A evolução natural é migrar para o app: você tem controle sobre quem é o cliente, o empresário acompanha o desempenho do restaurante, e o usuário tem a facilidade de carregar o passaporte de descontos na palma da mão”, comenta Victor Thomé, sócio do Yolo Club, iniciativa nascida em Brasília. Atualmente, a empresa conta com plano semestral (R$ 80) e anual (R$ 140).

A versão on-line do clube de descontos foi lançada em julho com algumas vantagens que o meio digital proporciona: o usuário pode filtrar o tipo de comida que está procurando, por exemplo. A maior vantagem, no entanto, é justamente sair de casa.

“Vamos na contramão do mercado, que facilita o delivery. Nossa proposta é motivar as pessoas a saírem com amigos, família, fazer reuniões fora do ambiente tradicional. Até quem está habituado a sair acaba conhecendo lugares novos pelo clube. Recebemos muito feedback positivo de clientes que descobriram restaurantes graças ao app”, comemora o empresário, que pretende expandir a operação para Goiânia e São Paulo.

Bons drinques

Para os apaixonados – e curiosos – pela coquetelaria, o app Vesper é um convite a conhecer o novo. Por R$ 19,90, o clube dá ao cliente o direito de um welcome drink por dia, nos restaurantes listados em Brasília e no Rio de Janeiro, cidade onde nasceu a iniciativa. Na segunda quinzena de setembro, o plano é expandir a operação para São Paulo: nesta ocasião, o preço do serviço vai subir para R$ 39,90, mas os assinantes que fecharem o plano no valor anterior não terão o cadastro alterado.

“A gente via que os donos de restaurante cortavam um dobrado tentando criar novos atrativos para a clientela. É difícil levar a pessoa pela primeira vez, é difícil reter o consumidor. Fizemos uma pesquisa de público no Rio e constatamos que o convite para um drinque é motivo para mais de 80% dos entrevistados conhecerem um restaurante novo. Queremos ajudar o estabelecimento a se consolidar no roteiro da cidade”, garante Cadu Cerizze, um dos três sócios da startup.

Divulgação
O Contê é um dos restaurantes participantes do Yolo Club: facilidade de obter o desconto na palma da mão

Os criadores do aplicativo mineiro Duo Gourmet, presente em cidades do Sudeste e do Nordeste, escolheram Brasília para sua estreia no Centro-Oeste: muitos usuários sugeriram a capital federal aos empresários Ana Laura Garcia e Nilson Gouvêa, que fizeram uma pesquisa de mercado e viram que o investimento aqui valeria a pena. No clube de descontos, dois pratos do cardápio dos restaurantes participantes saem pelo preço de um.

“Vimos que Brasília tem um polo gastronômico muito rico, e enxergamos aqui a possibilidade de contribuir para o fomento desse cenário. A cidade não só tem restaurantes ótimos, mas público para isso”, detalha Gouvêa, que conta com uma curadoria local para selecionar quem entra no clube.

“A ideia é justamente estimular as pessoas a sair de casa. Não é só comida, é uma experiência. Fora que o aplicativo funciona como um guia para direcionar as pessoas a bons restaurantes. Eu, que sou de Belo Horizonte, se visito Brasília e não sei onde comer, posso usar o programa para me localizar”, comenta o empresário. A empresa oferece duas modalidades de assinatura: a mensal, por R$ 25, e a anual, que custa R$ 210.

Últimas notícias