Quais as melhores receitas para fazer durante a quarentena?

Confira um guia com os preparos mais indicados para se fazer durante o tempo dentro de casa

atualizado 04/04/2020 16:30

Mulher cozinhandoJason Briscoe/Unsplash

Em meio à prevenção de contágio do coronavírus, o método mais eficiente é o isolamento social. Para auxiliar quem pode ficar em casa para se proteger, o Metrópoles já apresentou listas de deliverys de restaurantes, doces e até mesmo pães e vinhos. Para quem prefere se divertir na cozinha, selecionou canais de receita, fez um guia de como receber o pedido de delivery com segurança, como proceder com as compras de mercado e ainda o que comprar. Agora é hora de repassar dicas do que preparar em casa neste período.

Ingredientes

Algumas opções são ótimas coringas para os preparos, como o tomate pelado em lata. A partir dele é possível fazer molhos, cremes e incrementar receitas. Massas secas são sempre bem-vindas, tal qual enlatados como grão-de-bico, ervilha e milho verde.

via GIPHY

 

Preparos

O interessante é dar preferência a preparos que tenham longa duração, como é o caso dos picles, cuja receita base pode ser encontrada em vídeo no Merenda de Solteiro. Compotas e geleias também são uma boa pedida. Para seus legumes, priorize assá-los, isso os desidrata, dando uma vida de geladeira superior (de 3 a 5 dias) se comparado ao cozido ou refogado.

Sopas e ensopados (como estrogonofe e picadinho) também são indicados por serem de simples preparo e poderem ser facilmente congelados. Uma dica é já congelar em porções individuais.

Explore também os fermentados, como é o caso do kimchi. Esses preparos têm duração de meses na geladeira, ficando cada vez mais saborosos. Escabeches (conservas em meio ácido) também são bem vindas e de longa duração. Abuse também dos confits (cocção a baixa temperatura por longo período).

via GIPHY

 

O congelamento

Este é um ponto interessante. Já descrevi aqui itens que congelam bem e como proceder com eles, mas há um fato organizacional que podemos levar em conta neste período. Ao invés de congelar o preparo por completo ou preparar diversas marmitas iguais, o ideal é congelar em porções individuais (de 50 a 100 g) de cada acompanhamento ou proteína para que se possa fazer combinações e não enjoar tão rapidamente.

Outro bom coringa para se ter na cozinha é o caldo de legumes caseiro. Vale reduzir e congelar em cubos de gelo, para depois regenerar diluído em água. Pães também congelam bem, desde que armazenados em sacos adequados para congelamento ou embalados em papel filme. Basta descongelá-los por algumas horas dentro da geladeira, não na temperatura ambiente. Isso evita que eles fiquem “suados”.

Mais lidas
Últimas notícias