Além da salada: 8 opções com delivery de comidinhas veganas e vegetarianas

O Metrópoles reuniu casas que trabalham com produtos naturais e de origem vegetal

atualizado 23/06/2020 10:27

Mãos com frutas, verduras e legumesReprodução/ Unsplash

Dizer que quem não come carne só tem salada à disposição passa longe da realidade que veganos e vegetarianos encontram na capital. O crescimento desse padrão de consumo fez com que, não apenas as casas especializadas busquem ampliar as alternativas, mas também com que restaurantes não especializados busquem receitas que agradem a esse público.

E, na quarentena, as pessoas estão se alimentando melhor. É o que diz um estudo realizado pela Universidade da Antuérpia (Bélgica) com 11 mil pessoas em 11 países, incluindo o Brasil. Segundo a pesquisa, os “quarenteners” estão comendo mais frutas e vegetais e menos alimentos industrializados. 

Além disso, “as pessoas estão adotando hábitos mais saudáveis e comendo mais frutas e vegetais”, disse Charlotte De Backer, que faz parte do Fooms, grupo de estudo sobre alimentação e mídia, à agência de notícias Reuters.

Em Brasília não é diferente. Diante da pandemia, empresas da cidade tiveram que remodelar o serviço para atender a demanda. “No inicio foi difícil fazer a adaptação, chegar em um modelo que funcionasse. Agora conseguimos fazer as coisas irem para frente”, conta Larissa Lopes, à frente da Senhora Amêndoa.

A marca, especializada em quitutes sem ingredientes de origem animal, apostou em um combo especial para os aniversariantes da quarentena. Batizado de combo Festa do Sofá (R$ 110), o kit contém mono porções de sabores da semana, mini brownies, brigadeiros, coxinhas de mandioca, bolinhas de queijo, bolinhas de abóbora e mini empadas de frango.

Outra opções do cardápio são a coxinha de morango com brigadeiro adoçado com açúcar demerara finalizado com castanha de caju (R$ 9,90) e os bolos simples com açúcar demerara e xilitol (R$ 27).

Já na Vegan-se, os campeões de venda são os pacotes de refeições, com cinco (R$ 130), 10 (R$ 220) ou 20 (R$ 420) unidades, entregues frescas ou congeladas. As boas pedidas são o estrogonofe de champignon e os sanduíches da casa.

Para datas especiais, o local também dispõe de caixas personalizadas com produtos e presentes especiais. As “veganboxes” podem ser personalizadas pelos comensais para aniversários e datas comemorativas.

Na OK.jo Vegelácteos, os holofotes ficam nos queijos, que são os mais pedidos pelos clientes. Lá, os itens são veganos, preparados com arroz, grão-de-bico e amendoim no lugar do leite. Dentre os mais pedidos, a moxarela (R$ 10), o provolone (R$ 20) e o gratinado (R$ 20). Outra opção é o curry cremoso e rústico, que também é sucesso de vendas.

No Vegê Comida Natural, os produtos salgados são pré assados e congelados para o preparo em casa. Dentre as opções salgadas mais pedidas, estão as almôndegas de lentilhas (R$ 22). Outra boa pedida é o brownie a base de feijão preto com cacau 100% nos sabores Oreo ou gotas de chocolate 60% (R$ 6).

0

A Bhumi trabalha com produtos orgânicos de alta qualidade e é possível encontrar pratos vegetarianos e muito criativos no menu. Dentre as opções do delivery, caneloni de berinjela e abobrinha (R$ 44,90), recheado com espinafre e nozes no molho rústico de tomate fresco. Acompanha “risoto” (sem arroz) especial de brócolis e sementes. Outra delícia é o ceviche de banana da terra (R$ 18,60).

Com uma proposta diferente do habitual, a Faz Bem Casa Vegan nasceu em 2014, com o objetivo de ser uma casa 100% vegana, produzindo refeições e lanches utilizando apenas produtos de origem vegetal, com ingredientes sempre que possível, orgânicos.

As opções congeladas vão de caldos a coxinha de jaca. O menu é sazonal e o cliente pode pedir uma marmita ou escolher dentre os pacotes de três (R$ 12,90) ou seis (R$ 60). O local vende ainda hambúrgueres veganos (R$ 7,90).

Novidade na cidade, a Meu Cookie é Seu nasceu no meio da quarentena. Idealizada por um casal vegano e ovolactovegetariano, a marca tem o intuito de ser descontraída e com a proposta de junk food vegana. Ou seja: nada fitness.

Entre os sabores do doce, eles apresentam sugestões mais clássicas, mas também há espaço para os “diferentões”. “Não temos um sabor que sai mais, cada semana um é protagonista”, conta Babi Vasconcelos, uma das cabeças à frente da empresa. Pra quem gosta de doce mais doce, o Churrito e o Briga são os mais escolhidos. “Churrito tem uma massa de baunilha e canela com recheio de doce de leite de castanhas. O Briga tem uma massa de baunilha e recheio de brigadeiro”, explica.

Os menos doces são o Invocado, que leva chocolate 70% da Rubato, e o Baristinha, que é uma massa de cacau com café e gotas de chocolate. “E temos também o cookie tradicional, que chamamos de Enzo. Ele tem uma massa de baunilha e gotas de chocolate”. Cada opção custa R$ 10.

Chefiado por Gustavo Gonçalves, o Maori já é figurinha carimbada na capital. Através do delivery, a casa oferece o nhoque de banana da terra (R$ 35), lasanha de berinjela (R$ 25,50) e a lassi (R$ 17), bebida a base de leite e coalhada. Além disso, o comensal também pode pedir lanches saudáveis, como batata rosti com queijo coalho (R$ 20), caldo de cogumelos (R$ 24) e omeletes (R$ 33,50).

Senhora Amêndoa

316 Norte, loja 65/69. Telefone: (61) 98110-8865. Pedidos pelo WhatApp, iFood ou Uber Eats. 

Vegan-se

110 Norte, bloco A, loja 29. Telefone: (61) 3522-7875. Pedidos pelo iFood e Uber Eats, das 14h às 17h, ou pelo novo site da empresa, que entra no ar com novidades na próxima semana. 

OK.jo Vegelácteos

19 Norte. Telefone: (61) 99430-1801. Pedidos pelo WhatsApp, de segunda a sexta, das 18h às 20h, e sábado, das 9h às 12h. 

Vegê Comida Natural

Telefone: (61) 98122-0151. Pedidos pelo Instagram ou pelo WhatsApp. 

Bhumi

Pedidos pelo iFood ou pelo telefone (61) 3345-0046. O atendimento acontece de segunda a sábado, das 8h às 22h, e domingo, das 8h às 16h.

Faz Bem

Pedidos pelo WhatsApp: (61) 99433-2369. O atendimento acontece de segunda a sábado, das 11h30 às 22h.

Meu Cookie é Seu

Pedidos pelo Instagram. As entregas são feitas todas as quartas e sextas no Jardim Botânico, Lago Sul, Guará 1 e 2, Octogonal, Cruzeiro, Sudoeste, Asa Sul e Asa Norte.

Maori

Pedidos pelo iFood ou pelo telefone (61) 3201-6066. O atendimento acontece de segunda a sábado, das 11h às 21.

Últimas notícias